Como curar queimaduras causadas pelo babyliss

Quase todas as pessoas que já usaram um babyliss já se queimaram alguma vez. A boa notícia é que existem maneiras simples de acelerar a cura e reduzir as chances de cicatrizes. Os métodos descritos neste artigo podem ser usados ​​sobre uma queimadura que tenha sido ou não causada pelo babyliss. Para reverter o dano, o aconselhado é aplicar tratamentos tópicos na pele e tomar suplementos nutricionais. Antes de tratar a queimadura utilizando os métodos mencionados abaixo, deixe a pele sob a água fria por até 30 minutos para baixar sua temperatura e limpe a área usando água oxigenada. Evitar infecção é importante para minimizar a formação de cicatrizes.

Passo 1

Aplique mel em queimaduras recentes. O mel impede a infecção, suaviza a pele e tanto previne quanto elimina as cicatrizes. Ele também pode curar queimaduras e cicatrizes mais antigas, incluindo as de uma cirurgia, quando aplicado regularmente.

Passo 2

Use vinagre de maçã para acelerar a cicatrização e prevenir a formação de bolhas na pele. Ele também pode ser utilizado para tratar queimaduras de sol e evitar que a pele descasque.

Passo 3

Passe óleo essencial de lavanda ou óleo de melaleuca na queimadura para acelerar o tempo de recuperação e evitar que bactérias entrem na ferida.

Passo 4

Coloque fatias de mamão ou pedaços de tomate frescos sobre a pele queimada ou danificada. Ambas as frutas contêm enzimas que incentivam a produção de novas células da pele, colágeno e elastina, ajudando a pele a se regenerar. Elas também previnem a formação de cicatrizes.

Passo 5

Trate diariamente a área queimada da pele com aloe vera. Quebre, resseque ou amasse folhas da erva ou use gel puro de aloe vera. Aplique diretamente no local machucado. Depois disso, aplique o líquido da cápsula de vitamina E. Fazer isso incentivará a pele a se recuperar rapidamente, sem qualquer sinal de dano.

Passo 6

Certifique-se de que sua alimentação diária durante a recuperação seja adequada, tanto em termos de proteínas quanto de calorias. É preciso consumir bastante vitamina C, vitaminas do complexo B, selênio, zinco, cobre e aminoácidos (como glutamina e arginina) para ajudar o corpo a se curar.

Mais recentes

×