Efeitos colaterais da anestesia em gatos

••• Jupiterimages/Photos.com/Getty Images

Muitos gatos precisam de cirurgia em algum ponto de suas vidas, incluindo em castrações ou limpezas dentárias. Atualmente, a anestesia veterinária é muito segura, mas ainda existem riscos. Alguns gatos podem passar por complicações ou efeitos colaterais depois da operação. Antes que seu animal seja anestesiado, entenda o processo e os riscos que ele enfrentará.

Entendendo a anestesia

silkenphotography/iStock/Getty Images

A anestesia pode ser dividida em dois grupos: local e geral. As drogas de anestesia local deixam os nervos entorpecidos e relaxam os músculos em um local específico do corpo do gato. Já aquelas de anestesia geral induzem a inconsciência do animal, relaxando o corpo inteiro e bloqueando todas as sensações de dor.

Recuperação da anestesia

StudioBarcelona/iStock/Getty Images

A maioria dos animais saudáveis que recebem anestesia geral começa a acordar pouco tempo depois do término da administração de uma droga gasosa, ou quando o efeito de uma droga injetável começa a enfraquecer. Se um gato levar mais de 24 horas para retornar ao comportamento normal, ele deve ser examinado por um veterinário.

Problemas cardíacos e respiratórios causados pela anestesia

Steve Mann/Hemera/Getty Images

Um dos efeitos colaterais mais perigosos da anestesia em gatos é causado por reações ao medicamento. Nesses casos, o animal pode passar por algumas complicações severas, incluindo respiração pesada ou descompassada e arritmias ou paradas cardíacas. Frequentemente, problemas respiratórios ou cardíacos derivados de uma anestesia podem ser sintomas de um problema maior, como uma doença cardíaca ou pulmonar.

Temperatura corporal e a anestesia

Vampirica/iStock/Getty Images

Quando estão sob o efeito da anestesia, os gatos não conseguem regular sua temperatura corporal. Quanto maior o tempo de ação do medicamento, maior a queda de temperatura. Normalmente, os veterinários deixam os gatos sobre superfícies quentes durante a cirurgia e a recuperação, visando mantê-los aquecidos.

Vômitos e náusea

ptaha_c/iStock/Getty Images

Muitas vezes, as anestesias causam vômitos e náusea em gatos. Alimente os animais frequentemente com pequenas quantidades de ração e água durante as primeiras 24 horas de recuperação, visando minimizar os problemas digestivos que podem ser causados pela droga utilizada.

Mudanças comportamentais

Waldemar Dabrowski/iStock/Getty Images

Em alguns casos, a anestesia pode causar mudanças comportamentais no gato. Ele pode deixar de reconhecer pessoas ou outros animais familiares, além de começar a agir de forma tímida ou agressiva. Muitos comportamentos devem voltar ao normal depois de alguns dias. Se persistirem, um veterinário deve ser consultado.

Mais recentes

×