Como evitar o derretimento das calotas polares

••• Thomas Northcut/Photodisc/Getty Images

O aquecimento global se tornou um assunto muito comentado na primeira década do século XXI, forçando as pessoas a repensarem suas escolhas de estilo de vida que podem ser danosas ao ambiente. Uma das maiores consequências do aquecimento global é o derretimento das calotas polares. Como cada pessoa emite em média 6,6 toneladas de gás do efeito estufa por ano, de acordo com a empresa de serviços ambientais Earth911, mudar alguns de seus hábitos pode afetar diretamente o derretimento das calotas. Algumas dessas mudanças são menores, enquanto outras podem mudar a forma que você leva a vida.

Passo 1

Consuma e compre alimentos produzidos localmente. Compre em mercados ou feiras, ou diretamente de fazendas que tenham esse tipo de serviço. Cultive vegetais e hortaliças em seu quintal. Isso irá diminuir as emissões ligadas ao transporte de produtores de longe.

Passo 2

Use menos o carro, já que as emissões dos automóveis é a principal contribuição ao aquecimento global. Caminhe, use transporte público ou uma bicicleta se possível, ao invés de ir direto para o carro.

Passo 3

Substitua as lâmpadas incandescentes por lâmpadas fluorescentes compactas. Mudar apenas uma irá diminuir cerca de 70 quilos de dióxido de carbono anualmente.

Passo 4

Mantenha a calibração adequada dos pneus do carro. Isso diminui a produção de dióxido de carbono, e irá melhorar também a eficiência do veículo.

Passo 5

Recicle todo o resíduo doméstico que pode ser reciclado. Ao reciclar apenas metade do resíduo, você pode deixar de emitir cerca de uma tonelada de dióxido de carbono no ambiente.

Passo 6

Plante árvores em sua propriedade. As plantas absorvem dióxido de carbono e emitem oxigênio. Apenas uma pode absorver até uma tonelada de dióxido de carbono durante sua vida.

Mais recentes

×