×
Loading ...

Rotina de treino de um boxeador

O boxe é um esporte único. A competição é irregular e rara, então a maioria do tempo é gasta tentando alcançar o auge do condicionamento físico para as lutas. Diferentemente do que ocorre nos esportes disputados por equipes, não é possível depender de companheiros, e o ringue pode ser um local solitário. Caso queira ser um boxeador, é preciso treinar de forma rigorosa e frequente; seu treino deve se focar em algumas áreas chave.

O boxe é um dos esportes que mais exigem do físico (Comstock Images/Comstock/Getty Images)

Nutrição e batendo o peso

A pior coisa que pode acontecer para um boxeador é perder controle do peso. Caso isso ocorra, talvez seja necessário fazer uma dieta restritiva para alcançá-lo. Ele não é só perigoso, mas também pode destruir todo o seu treino técnico e físico. É importante, portanto, ficar sempre próximo do seu peso de luta, não mais do que 10% acima dele. De acordo com o site Workoux.com, os boxeadores devem focar-se em uma dieta rica em nutrientes para obter o melhor desempenho possível.

Loading...

Resistência

Uma área crítica para um boxeador é a resistência. Esse processo é construído tradicionalmente através de uma corrida matinal. É preciso aumentar a resistência porque, se a luta estiver nos últimos rounds, a competição será decidida pelo condicionamento físico, seu ou do seu oponente. Só correr não é o suficiente, o seu treinador e você devem se concentrar em percorrer grandes distâncias em alta velocidade, conforme a luta se aproxima.

Na academia

Você saberá o quanto a academia é importante se subir em um ringue sem ter treinado o suficiente nela, pois haverá uma grande chance de você ser derrotado. A rotina de treino variará dependendo do tempo restante até a próxima luta. De acordo com o site SportsFitnessAdvisor.com, um programa de treino para um boxeador deve incluir o desenvolvimento de poder de reação e força muscular, além de resistência aeróbica e anaeróbica. A rotina incluirá luta coreografada, trabalho no saco pesado e leve, pular corda e sparring (luta real contra um companheiro de treino).

Sparring

Embora o site RossBoxing.com demonstre a importância do sparring ao dizer que subir num ringue para lutar ou treinar é a melhor preparação se você é ou deseja ser um boxeador, o site também diz que a prudência deve ser exercitada, já que você deve respeitar os limites de estresse físico e mentais exigidos por seu corpo e mente. Você também deve fazer com que seu parceiro de treino e sua rotina de exercícios estejam de acordo com o estilo do oponente que enfrentará. Um oponente alto e especialista em contra-ataque terá que ser abordado de uma maneira diferente do que um lutador mais baixo e agressivo que possui a vantagem de um centro de gravidade mais baixo.

Preparação mental

É possível reconhecer um boxeador mal preparado mentalmente para uma luta através da sua linguagem corporal no momento em que os anúncios estão sendo feitos e um pouco antes do inicio, quando o juiz reúne os lutadores para as instruções finais. Os problemas mentais podem ocorrer por diversas razões. Uma das mais importantes é a síndrome do "Lutar ou fugir", que é quando o cérebro te diz para correr, já que essa é a opção mais segura. Os boxeadores bem sucedidos devem estar cientes desses problemas e aprender a superá-los, então a preparação mental é essencial.

Loading...

Referências

Loading ...
Loading ...