Como salvar um filhote de cachorro recém nascido

••• Jupiterimages/Photos.com/Getty Images

A animação dos filhotes recém-nascidos pode desaparecer rapidamente se um ou mais deles não respirar sozinho ou parecer doente. Alguns filhotes têm graves problemas congênitos que você não consegue ver, mas outros são apenas um pouco mais fracos e precisam de um empurrãozinho. Prepare-se antes do parto começar, porque cada hora conta quando se está tratando um filhote recém-nascido. Conheça a raça da sua cachorra. Algumas raças precisam de uma cesárea quase sempre e é melhor contar com a ajuda de um veterinário. Outras são mais suscetíveis a problemas específicos na hora do parto. Discuta a procriação, a gravidez e o parto com o veterinário com antecedência, se for possível.

Passo 1

Retire a placenta do filhote imediatamente se a cadela não o fizer ou se ela tiver problemas com isso. O animal não consegue respirar até que a placenta seja retirada e seus pulmões estejam limpos, então retire-a primeiro. Use o aspirador nasal para remover gentilmente qualquer muco e líquidos do nariz, boca e garganta dos filhotes. Se ele estiver respirando e parecer saudável, devolva-o à mãe para que ela possa limpá-lo e amamentá-lo. Ajude cada filhote a mamar na primeira meia hora de vida, se possível. O colostro no leite só está disponível por um pequeno período de tempo e é extremamente importante para a saúde do filhote. Porém, se ele não estiver respirando, prossiga para o segundo passo.

Passo 2

Jeff J Mitchell/Getty Images News/Getty Images

Enrole o filhote em uma toalha limpa e seca e segure-o com as duas mãos em volta dele. A cabeça do animal deve estar perto das pontas dos seus dedos. Levante as mãos até a altura do seu pescoço e abaixe-as rapidamente em direção ao seus joelhos. Certifique-se de que o corpo, o pescoço e a cabeça do filhote estão firmemente apoiados em suas mãos. Esse procedimento pode ajudar a desalojar quaisquer líquidos ou muco que ainda estejam no peito e garganta do filhote.

Passo 3

Limpe o filhote, dos pés à cabeça, com uma toalha limpa e seca, se ele ainda não estiver respirando ou se a mãe não o estiver limpando. Estimule o filhote com movimentos rápidos para frente e para trás. Permita que a mãe lamba o animal se ela estiver interessada. Cachorras reagem de forma diferente quando seus filhotes recém-nascidos não estão bem; algumas tentarão salvar o bebê por algumas horas, outras irão afastá-lo. Quando um filhote está com problemas, você precisa assumir o controle e ajudá-lo, mas não deixe a mãe totalmente de fora.

Passo 4

Hemera Technologies/PhotoObjects.net/Getty Images

Passe o iodo com um cotonete onde o cordão umbilical costumava estar. Isso ajudará a prevenir infecções, que se desenvolvem com muita rapidez em filhotes recém-nascidos. Continue a aplicar o iodo duas vezes por dia na primeira semana e uma vez por dia depois disso.

Passo 5

Mantenha o local quieto e não permita que outras pessoas que não sejam necessárias para cuidar dos filhotes e da mãe entrem. As cachorras ficam nervosas se houver muito movimento e barulho, e isso pode afetar tanto a qualidade quanto a quantidade de leite, atrasar o parto e interferir nos instintos maternos. A cadela que for exagerada nos seus cuidados com os filhotes pode acabar machucando ou matando um deles, mesmo que esteja tentando cuidar dele. Outras cadelas podem ignorar completamente os filhotes.

Passo 6

Chris Jackson/Getty Images News/Getty Images

Use uma lâmpada de aquecimento o tempo todo. A temperatura do cômodo, até para recém-nascidos saudáveis, deve ser entre 28ºC e 30ºC, uma temperatura difícil de se manter em uma casa normal. Use a lâmpada de aquecimento e um termômetro para manter a temperatura adequada para os filhotes. Não deixe que a lâmpada fique muito perto dos animais para não queimá-los. Se ela ficar muito longe, não vai aquecê-los o suficiente. O termômetro pode lhe guiar para encontrar o lugar correto para colocar a lâmpada, então, deixe-o na caixa, próximo aos filhotes. Os animais não controlam a temperatura corporal nas primeiras semanas, e a hipotermia pode fazer com que o filhote se recuse a mamar e contribuir para outros problemas encontrados em recém-nascidos.

Passo 7

Leve o filhote a um veterinário se você conseguir reanimá-lo, mas ele continua a mostrar sinais de rejeição, como baixa temperatura corporal, dificuldade para respirar, letargia ou dificuldade de mamar, se comparado aos outros filhotes. Há muito pouco tempo para se tratar um recém-nascido doente, já que as infecções afetam rapidamente todo o sistema e sobrecarregam o pequeno corpo. Ainda assim, às vezes o veterinário pode ajudá-lo a salvar um filhote recém-nascido.

Passo 8

Complemente a amamentação de um filhote mais fraco ajudando-o a sugar o mamilo e lhe dando um tempo a mais com a cachorra, para que possa mamar sozinho. Se ele ainda tiver dificuldade para mamar, você pode ajudá-lo alimentando-o com uma mamadeira e uma mistura específica para filhotes. Converse com um veterinário para saber qual a melhor mistura e mamadeira; as mamadeiras comuns podem não funcionar para todos os filhotes.

Passo 9

Thinkstock/Comstock/Getty Images

Certifique-se de que a mãe receba a nutrição e cuidados adequados. Converse com o veterinário se você tiver quaisquer dúvidas ou perguntas sobre o quanto ela deve comer ou o melhor tipo de comida para uma cadela que está amamentando. Se a cachorra parecer doente, leve-a ao veterinário imediatamente, já que doenças leves em cães adultos podem matar filhotes em questão de horas.

Mais recentes

×