Como testar um diodo Schottky

••• Polka Dot Images/Polka Dot/Getty Images

Um diodo Schottky, semelhante ao diodo normal, limita o fluxo de eletricidade em uma direção, tal qual a ação de uma válvula de água de um sentido só. O diodo Schottky, no entanto, tem um tempo de resposta elétrica melhor por causa da dissipação muito baixa de tensão. Problemas comuns do Schottky incluem curto-circuito e superaquecimento.

Passo 1

Ajuste o multímetro para a configuração de teste de continuidade, que servirá para dizer se a corrente elétrica flui de uma ponteira do multímetro digital para a outra. A maioria dos multímetros digitais utilizam o símbolo elétrico de um diodo ou onda de som para indicar essa configuração.

Passo 2

Coloque a ponteira positiva (de cor vermelha) no conector de ohmímetro e, em seguida, conecte a outra (de cor preta) no conector comum do multímetro.

Passo 3

Identifique os terminais de cátodo e ânodo do diodo. O cátodo estará mais perto de uma linha pintada que dá a volta no componente do que o ânodo. Conecte a ponteira vermelha ao ânodo do diodo Schottky e a preta ao cátodo.

Passo 4

Escute um "bip" ou "buzz" do multímetro. Se o diodo responder como o esperado, o multímetro emitirá um som. Se isso não acontecer, o componente não está funcionando corretamente.

Passo 5

Inverta as ponteiras do multímetro ao colocar a ponteira positiva no cátodo e a preta no ânodo do diodo. Observe se o multímetro emite um som. Se não acontecer, o Schottky está funcionando corretamente.

Mais recentes

×