Mais
×

As 25 coisas mais irritantes do ambiente de trabalho

O dia mais esperado por todos é a sexta-feira, quando se ganha um descanso de dois dias de toda a irritação e agitação que o trabalho sempre causa
Wavebreakmedia Ltd/Wavebreak Media/Getty Images

Introdução

O dia mais esperado por todos é a sexta-feira, quando ganhamos um descanso de dois dias de toda a irritação e agitação que o trabalho sempre causa. Mas por mais que as pessoas reclamem, é muito bom tem um emprego, afinal é importante receber o salário mensalmente. O ambiente de trabalho, algumas vezes, é estressante e algumas atitudes podem piorar esse clima. Considerando que o expediente dura, em média, oito horas, o melhor a fazer é buscar criar um clima agradável com todos ao seu redor. Por isso, veja aqui 25 coisas que você deve evitar ao máximo.

Você tem o seu emprego para trabalhar e não para fazer amizades
Chad Baker/Jason Reed/Ryan McVay/Photodisc/Getty Images

Conversas paralelas em excesso

Você tem o seu emprego para trabalhar e não para fazer amizades. Não que esteja proibido socializar no ambiente de trabalho, pelo contrário. Isso é extremamente necessário, mas tudo tem um limite. Conversas paralelas atrapalham muito quem realmente quer trabalhar. É gente contando do final do semana, da balada, do cliente chato. Quer conversar? Vá tomar um café com a pessoa, saia para almoçar. Não fique de papo quando houver outras pessoas trabalhando por perto. Elas estão concentradas e precisam de silêncio. É melhor evitar esse tipo de situação do que receber olhares de reprovação e ter seu chefe chamando a sua atenção.

Para garantir, sempre desligue seu computador e cuide do seu material de trabalho com carinho
Pixland/Pixland/Getty Images

Problemas técnicos

Você chega na sua mesa, liga o computador e simplesmente ele não funciona. Isso sempre acontece nos dias mais atarefados de todos. São inúmeras as tentativas de ligar e desligar, tirar os cabos e nada dá certo. Você aciona a manutenção e, depois de muitas horas, eles chegam e algumas vezes não conseguem resolver o problema. Pode acontecer com o computador, telefone, cadeira ou luz. E não há nada que você possa fazer, por isso nem adianta se irritar, porque não vai ajudar em nada. Mas, apenas para garantir, sempre desligue seu computador e cuide do seu material de trabalho com carinho.

É um ambiente de trabalho, vá até a pessoa e converse
Brand X Pictures/Stockbyte/Getty Images

Conversar alto

Você quer perguntar algo para a pessoa que está longe e simplesmente levanta e dá um super grito para chamá-la. Convenhamos, é um ambiente de trabalho, então vá até a pessoa e converse (rapidamente, para não atrapalhar o próximo). Outra opção é ligar para ela ou chamar pelo bate-papo da empresa. O ambiente de trabalho não é lugar para as pessoas berrarem, mas sempre tem aquela com o tom de voz um pouco mais elevado. Nesse caso, é inevitável que converse alto, por isso guarde um pouco da sua paciência para quando ela resolver falar.

Pode ser a caneta, as unhas, o lápis, o pé ou qualquer movimento repetitivo que gere barulho. Isso realmente incomoda
Creatas Images/Creatas/Getty Images

Bater a caneta incessantemente

Pode ser a caneta, as unhas, o lápis, o pé ou qualquer movimento repetitivo que gere barulho. Isso realmente incomoda. Algumas vezes, a pessoa está tão concentrada que nem percebe que está fazendo isso. Pode acontecer com qualquer um, mas, se tem alguém que sempre faz isso, fale amavelmente com a pessoa. Ela vai entender e até pedir desculpas. Tal tipo de movimento, algumas vezes, até ajuda a pessoa a raciocinar, mas ela precisa lembrar que isso o atrapalha. Então, é só comentar com tranquilidade: "Carlos, você está batendo o pé?". Pronto. Talvez, precise fazer isso várias vezes até a pessoa se acostumar, mas é assim que se resolve o problema.

Há alguns tipos de comida que realmente deixam um cheiro ruim no ambiente, por isso evite levá-los para o trabalho
Jupiterimages/Photos.com/Getty Images

Cheiro de comida

Banana, pipoca de micro-ondas, salgadinho... Há alguns tipos de comida que realmente deixam um cheiro desagradável no ambiente. Por isso, evite levar para o trabalho essas comidas com um odor mais forte. Se não houver outra opção, deixe as janelas abertas e não leve a comida para o meio do escritório. Faça o seu lanche na cozinha ou em um lugar mais aberto. É mesmo muito inconveniente quando você está trabalhando e sente um cheiro forte de comida que impregna o ambiente por vários dias. Então, não seja você quem fica com a má fama na história.

Nada de piadas machistas ou pesadas, não esqueça que você está no trabalho, e não em uma mesa de bar
Image Source/Digital Vision/Getty Images

Piadas sem graça

No trabalho, sempre tem aquela pessoa que conta as piadas mais sem graça de todas. E, mesmo sem ninguém rir, continuam contando várias que não causam nem ao menos um simples sorriso nos ouvintes. E, quando causam, é apenas aquele sorriso sem graça para evitar o clima chato. Se você for essa pessoa, atenção! Procure observar se seus companheiros de trabalho estão interessados nas piadas e se são propícias para o momento. Conte apenas piadas que, de fato, sejam engraçadas. Nada de piadas machistas ou grosseiras. Lembre-se que você está no trabalho, e não em uma mesa de bar.

Não tem problema, apenas se atente para quem você irá enviar
Oleksiy Mark/iStock/Getty Images

Corrente de e-mail

Os funcionários têm o e-mail da empresa para assuntos pertinentes ao trabalho. Então, não envie correntes de e-mail usando o seu endereço da empresa. Bom seria não enviar mais esse tipo de mensagem, mas, se fizer questão de mandar, use seu e-mail pessoal e evite enviar para seus colegas de trabalho. Eles provavelmente não irão ler e, caso leiam, será uma tremenda perda de tempo. Otimizar o tempo que você passa trabalhando é primordial e correntes de e-mail atrapalham a otimização do seu tempo. Quer mandar uma mensagem sobre a confraternização de final de ano? Não tem problema, apenas se atente para quem você irá enviar.

A pessoa conta apenas para você a mesma história várias vezes. Como lidar com isso?
Wavebreakmedia Ltd/Wavebreak Media/Getty Images

Histórias repetidas

A sua chefe contou sobre o feriado ao lado da sobrinha, depois contou para a pessoa que senta do seu lado e você ouviu e, na hora do almoço, ela contou a mesma história para quem estava na mesa junto com você. Sim, é chato, mas esse tipo de coisa realmente acontece. Algumas vezes, é ainda pior, porque a pessoa conta apenas para você a mesma história várias vezes. Como lidar com isso? Você pode falar algo do tipo "ah, você comentou sobre isso na semana passada", mas sem parecer rude.

Em todo lugar há pessoas mais abusadas do que outras, mas é sempre bom estabelecer até onde é possível ir, quando se trata de fazer um favor
Zurijeta/iStock/Getty Images

Pessoas folgadas

Em todo lugar, há pessoas mais abusadas do que outras, mas é sempre bom estabelecer até onde é possível ir, quando se trata de fazer um favor. Pegar uma água, tirar uma fotocópia ou levar um documento em outro andar são coisas que qualquer um pode fazer, mas muitos têm preguiça e acabam abusando da boa vontade do colega. Tudo bem se alguém super atarefado pedir um favor, quando você estiver tranquilo, mas o problema é quando isso se torna algo recorrente. Quando é perceptível que se trata de abuso, apenas diga que está ocupado ou que fará isso amanhã ou depois.

Tem gente que não sabe a diferença entre amigo e colega de trabalho
nyul/iStock/Getty Images

Falsos amigos

Tem gente que não sabe a diferença entre amigo e colega de trabalho. Amigo é aquela pessoa que você conversa mesmo quando não está no ambiente de trabalho, viaja junto, conhece a família, por exemplo. Entretanto, algumas pessoas acreditam que só porque você tem muitos amigos no trabalho também serão seus futuros amigos. Então, pode acontecer de um colega não muito próximo chegar para você e comentar: "E aí, pegou quantas no sábado?". Nesses momentos, é difícil ser educado, pois a pessoa pouco o conhece e já quer saber da sua intimidade, mas haja naturalmente e desconverse.

Caso seu amigo esteja o incomodando, discretamente fale que gostou da música que ele está ouvindo e ele irá perceber que está alto
Cathy Yeulet/Hemera/Getty Images

Música alta

Quando se trabalha com um computador, muitos gostam de ouvir música, usando fone de ouvido e até mesmo rendem melhor quando trabalham assim. Além disso, é bom para se concentrar quando há muito barulho ao redor. O problema é quando o volume fica muito alto e quem está perto consegue escutar mesmo assim. Isso é mais comum do que parece e pode acontecer em vário lugares, não apenas no trabalho. Então, tome cuidado quando estiver ouvindo música. Caso seu companheiro esteja incomodando, discretamente fale que gostou da música que ele está ouvindo e ele irá perceber que está alto.

Os estagiários são importantes em uma equipe, mas alguns deles pensam ser mais importantes do que na realidade são
shironosov/iStock/Getty Images

Estagiário prepotente

Os estagiários são importantes em uma equipe, mas alguns deles pensam ser mais importantes do que na realidade são. No começo, é até engraçado analisar a prepotência do jovem, mas com o tempo isso começa a irritar, pois muitos se acham tão importantes quanto o diretor. Muitas pesquisas mostram que os jovens atuais não estão preparados para o mercado de trabalho, por serem mimados e terem crescido com os pais falando que eles são muito importantes, bons e que serão ricos. Isso até pode ser verdade, porém é importante frisar que é necessário tempo para isso se concretizar.

Se não houver escândalo, não há fofoca
Ingram Publishing/Ingram Publishing/Getty Images

Fofoca

Fofoca é algo bem recorrente no dia a dia das empresas, principalmente quando mudanças estão previstas. E, sim, você até pode conseguir informações importantes por baixo dos panos, mas nada que não saberia se esperasse uma comunicação oficial. O melhor a fazer é não entrar nessas conversas paralelas e evitar o famoso "diz que me diz". Lembre-se sempre que, da mesma forma que você fala sobre os outros, os outros falam sobre você. E, principalmente, não faça nada que seja digno de um posterior comentário. Se não houver escândalo, não há fofoca.

Falar no viva-voz realmente desconcentra o restante do colega que, assim como você, precisa trabalhar
Ciaran Griffin/Stockbyte/Getty Images

Ligações no viva-voz

Fazer ligações utilizando o viva-voz é algo muito útil, quando mais de uma pessoa precisa conversar com quem está do outro lado da linha. Para quem está trabalhando ao redor é um pouco irritante, porém compreensível. No entanto, algumas pessoas usam o viva-voz para ligações rotineiras, mesmo que não haja a necessidade de tal função. Se precisar deixar as mãos livres durante a chamada, use um fone de ouvido ou vá para uma sala. Falar no viva-voz realmente desconcentra o restante do colega que, assim como você, precisa trabalhar.

Se o assunto for muito urgente, vá até a mesa da pessoa e fale diretamente com ela
Catherine Yeulet/iStock/Getty Images

Perguntar "Recebeu meu e-mail?"

Muitas vezes, temos um assunto urgente a ser tratado e ficamos cobrando o destinatário do e-mail, para verificar se ele leu. Em alguns momentos, é necessário cobrar as pessoas, porém muitos são os casos de apenas fazer tal pergunta para pressionar. Pode até acontecer da pergunta vir antes mesmo de ligar o computador pela manhã. Nesses casos, tenha paciência. E, se foi você que mandou o e-mail urgente, dê tempo para a pessoa se organizar. Se o assunto for muito urgente, vá até a mesa da pessoa e fale diretamente com ela. Melhor do que ser inconveniente e invasivo.

Muitas empresas permitem que os funcionários levem os filhos no final do ano, quando as crianças estão de férias
Image Source/Digital Vision/Getty Images

Crianças no trabalho

Criança é algo muito divertido de ter ao redor, mas há sempre o momento adequado para elas ficarem brincando e correndo pelos corredores. Existem pessoas que levam o filho para o trabalho e extrapolam qualquer senso de empresa. Escritório não é lugar de criança, elas desconcentram muito quando aparecem por lá. Fazem barulho, mexem onde não podem e atrapalham quem está querendo trabalhar. Muitas empresas permitem que os funcionários levem os filhos no final do ano, quando as crianças estão de férias. Nesses casos, quando a carga de trabalho também é menor, todos conseguem se divertir com a presença da criança.

Entre nas redes sociais depois do almoço, quando todos ainda não voltaram a trabalhar e você ainda não está no ritmo
Hongqi Zhang/iStock/Getty Images

Abusar das redes sociais

É claro que todo mundo gosta de dar uma olhada rápida no Facebook e no e-mail pessoal e, além disso, algumas pesquisas já comprovaram que essa escapadinha rápida pode contribuir para o bom desempenho do funcionário. Entretanto, passar tempo demais no Twitter, Tumblr, NineGag, Youtube é inapropriado e só mostra aos outros que você está desanimado ou não está com vontade de trabalhar. Um pouco de parcimônia é sempre bom. Entre nas redes sociais depois do almoço, quando todos ainda não voltaram a trabalhar e você ainda não está no ritmo.

Se o computador ou a máquina de xerox pifou, não grite, não bata na máquina e não fale palavrões
Pixland/Pixland/Getty Images

Não usar a linguagem apropriada

Uma das formas de avaliar um funcionário é prestando atenção na forma como ele trata o cliente, os superiores e os demais empregados, por isso sempre use a linguagem apropriada para o ambiente corporativo. Se estiver bravo com algo, pode atender o celular em um local privado. Não berre e nem perca as estribeiras perto dos outros. É desnecessário e deixa um clima pesado para os que estão ao seu lado. Se o computador ou a máquina de fotocópia pifou, não grite, não bata na máquina e não fale palavrões, afinal, isso não irá resolver os problemas.

Para deixar a roupa social de lado, veja se no seu trabalho existe a "casual friday", mas também não abuse
moodboard/moodboard/Getty Images

Não saber se vestir

Vivemos em um país tropical e realmente é muito difícil não pensar que seria muito bom trabalhar de regata e chinelo. Entretanto, há um código que determina qual a vestimenta a ser utilizada no trabalho. Ninguém vai com roupa social por achar confortável. Portanto, vestir-se inapropriadamente é falta de respeito com os outros que se esforçam para se adequar ao estilo da empresa. As regras foram feitas para todos. Então, para deixar a roupa social de lado, veja se no seu trabalho existe a "casual friday", mas também não abuse. Nesse dia, use calça jeans e um sapato mais confortável.

Muitas pessoas, para faltar ao trabalho, inventam consultas médicas dos mais variados tipos
Stockbyte/Stockbyte/Getty Images

Faltar muito para ir ao médico

Muitas pessoas, para faltar ao trabalho, inventam consultas médicas dos mais variados tipos. Quando isso se torna excessivo, os colegas de trabalho começam a perceber que na verdade isso não passa de um grande desinteresse pelo trabalho. Pode acontecer do funcionário estar passando por um tratamento e, nesses casos, são muitas as consultas. Portanto, é importante já conversar com todos que trabalham com você e explicar que ficará um pouco mais ausente. Outra coisa é quando o funcionário abusa do direito de ficar em casa quando está doente, isso é uma verdadeira falta de ética e de comprometimento.

Algumas pessoas escolhem para os seus celulares os toques mais irritantes de todos os tempos e você, que nem conhece o fulano direito, se torna mais uma involuntária vítima
BananaStock/BananaStock/Getty Images

Não deixar o celular no silencioso

Algumas pessoas escolhem para os seus celulares os toques mais irritantes de todos os tempos e você, que nem conhece o fulano direito, torna-se mais uma involuntária vítima. Mesmo quando o toque não é irritante, apenas do celular tocar enquanto você está concentrado já é um bom motivo para ficar com raiva da pessoa. Sempre é bom deixar o celular no silencioso. Em alguns casos, a pessoa dá uma saidinha rápida da mesa e nesse exato momento o celular dela começa a tocar incansavelmente e quem está ao redor fica irritado e sem saber o que fazer.

Tome cuidado, pois as pessoas percebem quanto tempo você fica ausente da sua mesa e isso pega muito mal dentro da equipe
Stockbyte/Stockbyte/Getty Images

Muitas pausas para fumar

Alguns colegas estão constantemente ausentes, simplesmente porque estão em uma das suas várias pausas para fumar ou para "fazer fumaça", como alguns alegremente rotulam o hábito. Ocorre que, muitas vezes, essas pausas se tornam frequentes e se transformam em verdadeiras reuniões informais entre os simpatizantes da causa. É compreensível que algumas pessoas precisem sustentar diariamente esse vício, mas, quando isso começa a interferir no seu rendimento e na qualidade do seu trabalho, a luz vermelha se acende. Tome cuidado, pois as pessoas percebem quanto tempo você fica ausente da sua mesa e isso pega muito mal dentro da equipe.

Muitas são as desculpas e grande é a criatividade de quem chega atrasado frequentemente
Michael Blann/Digital Vision/Getty Images

Estar sempre atrasado

Muitas são as desculpas e grande é a criatividade de quem chega atrasado frequentemente. Um dia é o trânsito absurdo, nunca antes visto, em outro dia foi a avó que passou mal, outro dia é o cachorro que desapareceu ou o vizinho que bateu com o carro no portão de casa. Todo dia acontece um evento extraordinário na vida dessa pessoa e isso faz com que ele se atrase. Com o tempo, os colegas de trabalho se acostumam e passam a não contar mais com o atrasado e cada vez mais essa pessoa vai se prejudicando e desconstruindo sua imagem dentro da empresa.

Essas simples atitudes diminuiriam muito o tempo perdido que passamos procurando os objetos emprestados
Jupiterimages/Pixland/Getty Images

Pegar o material de trabalho de outra pessoa

Eles pegam emprestado o seu grampeador e, acidentalmente, esquecem de colocá-lo de volta no seu lugar de origem. Parecem apreciar quando o veem, como uma figura patética e desorientada, vagando a esmo, de mesa em mesa, em busca do seu tesouro perdido, perguntando a um ou outro se não têm notícia ou se por acaso não viu o dito cujo. Essa situação é bem comum no ambiente de trabalho e poderia ser evitada se cada um devolvesse o que pegou para o dono e lugar correto. Essas simples atitudes diminuiriam muito o tempo perdido que passamos procurando os objetos emprestados.

, não raramente, os credores passam a ser evitados, algumas vezes se tornando inimigos desses inconvenientes devedores
scyther5/iStock/Getty Images

Pedir dinheiro emprestado

Seu colega é daqueles que sempre esquece a carteira na hora do almoço ou do lanche, vive pedindo dinheiro emprestado e esquecendo de pagar? Fuja dessa pessoa! É impressionante como eles têm a memória curta especificamente para um determinado assunto. E mesmo recebendo o mesmo que você, continuam a reclamar que estão sem dinheiro. Você pode até já ter relevado alguns débitos menores, mas não caia nessa cilada novamente. Um bom devedor nunca vai pagar o que deve e está sempre procurando uma nova vítima. E, não raramente, os credores passam a ser evitados, algumas vezes se tornando inimigos desses inconvenientes devedores.