Alimentação apropriada para um border collie

Escrito por emily scott | Traduzido por vanessa arnaud
Alimentação apropriada para um border collie
A melhor forma de saber o jeito ideal de alimentar o cão é observá-lo (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Existem diversas informações conflitantes sobre como e com o que alimentar um border collie. Cada pessoa parece ter uma opinião diferente sobre a rotina de alimentação, incluindo os horários e a escolha da melhor marca de ração. Entretanto, no final das contas, a única forma de saber o que é melhor para o cão é observá-lo. Se ele estiver saudável e feliz, deve estar recebendo tratamento adequado.

Comida fresca e comida pronta

Muitos donos de cães acreditam que é necessário preparar e servir o alimento do animal por conta própria para garantir um melhor balanceamento de nutrientes. Outros, talvez por possuírem menos tempo disponível, não fazem dessa forma e compram a comida pronta em um pet shop. Certamente, não há nada de errado em preparar a comida do cão, mas é preciso tomar cuidado para incluir devidamente os nutrientes, e não apenas servir as sobras das refeições da casa. Animais e seres humanos apresentam necessidades nutricionais diferentes, e os mesmos alimentos que causam problemas na saúde humana, como obesidade, apresentarão efeitos parecidos nos cães. A comida pronta, por outro lado, é formulada para incluir todas as vitaminas, proteínas e gorduras de que o animal necessita, evitando que você precise se preocupar com isso. Apenas informe-se com um veterinário sobre a quantidade de alimento oferecida para garantir que você não está dando comida em excesso. Fique à vontade para variar as marcas até encontrar alguma que agrade o cão e apresente um bom custo-benefício.

Alimentação livre e alimentação programada

A alimentação livre consiste em deixar comida disponível para o cão o tempo todo, permitindo que ele escolha quando comer e controle as próprias necessidades. A alimentação programada consiste no fornecimento de refeições em uma porção adequada em alguns momentos do dia, normalmente uma vez pela manhã e uma à noite. A alimentação livre requer que você verifique se o animal não está comendo demais e, se você possui mais de um cão, se não está havendo competição pela comida. A maioria dos cães se adapta bem à alimentação livre. Por outro lado, se o animal possui restrições alimentares específicas (como em um plano de perda de peso), a alimentação programada pode ser mais apropriada.

Necessidades nutricionais

A raça border collie é extremamente ativa. Por conta disso, os cães devem ingerir bastante carboidratos, a fonte de energia principal do corpo, mais do que os animais sedentários recebem. Proteínas de boa qualidade também são essenciais, assim como lipídios, vitaminas e minerais. O veterinário é a melhor pessoa para determinar as quantidades certas para o cão em particular, levando em conta a idade e nível de atividade física.

O vegetarianismo normalmente não é uma boa escolha para cães, cujo sistema digestivo é mais adaptado para processar proteínas animais do que vegetais. Existem também preocupações sobre a quantidade insuficiente de aminoácidos ou vitamina B12 nas dietas vegetarianas, embora estes nutrientes sejam suplementados em comidas vegetarianas prontas para cães.

Guloseimas

Algumas boas guloseimas para o border collie incluem ovos cozidos e queijo cottage, que são boas fontes de proteínas digeríveis. Ossos também podem ser dados, desde que sejam do tipo longo e com polpa. Se o cão quebrar o osso em pequenos pedaços, retire-os para evitar que ele se machuque.

É importante lembrar que não mais de 10 % da dieta do animal deve ser composta por "alimentos humanos". Evite dar chocolate, pois contém teobromina, um estimulante que pode ser tóxico aos cães se consumido em grande quantidade.

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível