Alívio do tecido cicatricial formado após a cirurgia da coluna

Escrito por graham beckett | Traduzido por fabiana silva
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

Após a cirurgia na lombar, um tecido cicatricial chamado de fibrose epidural pode se formar ao redor e próximo das raízes nervosas da coluna vertebral. Esse tecido causa dor nas costas e nas pernas, porque comprime os nervos espinhais. Atualmente, existem procedimentos e métodos cirúrgicos minimamente invasivos para evitar a formação de cicatriz e aliviar a dor nas costas e nas pernas.

Outras pessoas estão lendo

Cirurgia de laminectomia

Se, após a cirurgia na lombar, você ainda sentir dor nas costas e dormência, isso pode indicar fibrose epidural e um médico deverá ser consultado. Se o diagnóstico se confirmar, você será submetido a um procedimento chamado de laminectomia para remoção do tecido cicatricial que está causando pressão sobre os nervos da medula espinhal. Esse é um procedimento minimamente invasivo que abre o canal vertebral e separa o excesso de tecido dos nervos espinhais. Através de uma pequena incisão, o cirurgião insere um tubo que separa o músculo e o tecido cicatricial do nervo espinhal, permitindo que ele seja removido. A vantagem dessa cirurgia é que ela oferece um alívio instantâneo.

Discectomia percutânea

Dependendo da localização da cicatrização, o médico pode realizar uma discectomia percutânea para remover e evitar que o tecido aplique pressão sobre os nervos da medula espinhal. Esse procedimento será indicado quando a cicatriz estiver firmemente ligada aos nervos. Tem a vantagem de usar lasers para vaporizar o tecido cicatricial. O cirurgião realiza este procedimento "através da pele," com o uso de monitoramento de raios-x da cirurgia. Muitos cirurgiões preferem este procedimento porque é mais preciso; o laser é menos invasivo e pode incidir diretamente sobre o tecido da cicatriz, causando menos danos à área ao redor da parte inferior das costas. O procedimento requer apenas anestesia local e não dura mais do que uma meia hora ou quarenta e cinco minutos.

Previna a formação de tecido cicatricial

Recentes pesquisas tem sido realizadas para estudar os efeitos da radiação logo após uma cirurgia nas costas, com a finalidade de impedir o crescimento de tecido cicatricial. Em outubro de 2003, Peter C. Gerszten publicou um estudo no Journal of Neurosurgery: Spine (Jornal de Neurocirurgia: Coluna), que indicava que, em um ensaio clínico limitado realizado com cinco pacientes, aqueles tratados com radiação em baixas doses tinham apresentado menor incidência de fibrose epidural do que aqueles que não receberam o tratamento.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível