Alternativas para o refrigerante

Escrito por tricia lobo | Traduzido por gabriel guedes
Alternativas para o refrigerante

Alternativas para produtos de refrigeração ecologicamente corretos

Lucas Allen/Digital Vision/Getty Images

As alternativas para os refrigeradores, seja para o setor automotivo ou comercial, estão sendo estudadas pelos fabricantes. Antes de mudar para um refrigerador alternativo, determine o quão bem ele funcionará para você, se ele está na lista da EPA (Environmental Protection Authority) de substitutos adequados, quanto custa e se causará qualquer dependência para você ou seus clientes.

Outras pessoas estão lendo

As dez perguntas da EPA sobre refrigeradores alternativos

A EPA fornece regras salientes para os consumidores que consideram comprar refrigeradores alternativos. Por exemplo, ela analisa o potencial de refrigeradores alternativos danificarem a camada de ozônio, ajudarem o aquecimento global, a toxicidade e a inflamabilidade e, de acordo com isso, coloca restrições no uso deles, as quais os consumidores devem legalmente seguir. Além disso, a EPA recomenda que os consumidores comparem os custos dos refrigeradores alternativos com aqueles de seus substitutos. É preciso saber se o refrigerador alternativo é compatível com o sistema que usarão e se o uso do refrigerador acaba com quaisquer garantias do equipamento. Considere todas as dez perguntas da EPA antes de comprar um.

Novos refrigeradores

Algumas substâncias são indicadas para o uso como refrigerados por conta de suas propriedades termodinâmicas, e, dessas substâncias, a maioria é eliminada de consideração por serem inflamáveis, tóxicas, ou potencialmente danosas à camada de ozônio. Por exemplo, dos derivados de metano identificados por Thomas Midgeley, R32, o único remotamente prático foi identificado como inflamável. A resposta da indústria para a escassez de refrigeradores adequados foi a de unir os refrigeradores disponíveis e, ocasionalmente, adicionar hidrocarbonetos. O R417A, por exemplo, é uma mistura que resulta em uma melhor eficiência do que o R407C.

Refrigeradores naturais

Os refrigeradores naturais dividem-se em hidrocarbonetos, amônia e dióxido de carbono. Os hidrocarbonetos, como o propano (potencialmente usado no ar-condicionado de janelas e carros) e o isobutano (muito útil em refrigeradores domésticos), são excelentes refrigeradores. A amônia, que vem sido usada cada vez mais em ares-condicionados, é útil porque o vazamento de amônia, acompanhado de seu cheiro penetrante, é facilmente detectável. O dióxido de carbono é usado em sistemas de congelamento a seco como um refrigerador secundário, para evitar bombear água fria ou glicol, e, potencialmente, como um refrigerador direto; dependendo da disponibilidade de compressores adequados para refrigeradores.

Sistemas alternativos

Alguns sistemas de refrigeração oferecem uma alternativa para o, praticamente invertido, sistema Rankine, usado na maioria dos sistemas de refrigeração. Enquanto esses sistemas não se estendem além de certos nichos de mercado, eles são extremamente práticos. Esses sistemas incluem refrigeração acústica, a qual usa a intensidade do som para resfriar objetos, ou a refrigeração magnética, que extrai energia de sistemas frios ao desmagnetizá-los, e compressão de vapor d'água, que faz uso da temperatura alta do vapor d'água de evaporação para obter uma refrigeração eficiente.

Não deixe de ver

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2014 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media