Aranhas venenosas de Madagascar

Escrito por raine chasing | Traduzido por bruna biagioli
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Aranhas venenosas de Madagascar
Aranha venenosa (spider 62. image by mdb from Fotolia.com)

Madagascar é uma bela ilha localizada na costa sudeste da África. É atraente para os visitantes que queiram evitar os maiores e mais intimidadores animais da África, como rinocerontes, leões e hipopótamos. Isso não quer dizer que a ilha seja desprovida de suas próprias ameaças à vida. A ilha é o lar de algumas das aranhas mais venenosas que podem ser encontradas em toda África.

Outras pessoas estão lendo

Aranha assassina

Essa aranha foi descoberta em 2006. Foi sinistramente nomeada por ter uma aparência muito assustadora. Ela tem longas garras que se projetam ao longo de sua cabeça, o que, ao contrário de aranhas normais, localiza-se sobre um pescoço alongado e longe do abdômen. A aranha usa suas longas garras para ultrapassar qualquer mecanismo de defesa ou alcançar presas que tentam se esconder, e injeta um veneno letal na vítima através das farpas localizadas em suas mandíbulas. A aranha assassina é uma raça peculiar, pois se alimenta principalmente de outras aranhas, fazendo jus ao nome. Apesar da aparência disforme, os seres humanos não precisam se preocupar, pois elas não são maiores do que 3 mm e não podem perfurar a carne humana para injetar seu veneno.

Latrodectus menavodi

A Latrodectus é uma raça de aranhas viúva-negras nativa da ilha Africana. Elas têm um corpo preto brilhante com uma marca vermelha no abdômen. Ao contrário de suas irmãs americanas, sua marca vermelha nem sempre é da forma de uma ampulheta, às vezes, ela pode ser um único ponto de formato variado, ou listras e até mesmo anéis ao redor do abdômen. As fêmeas são geralmente vermelhas e pretas, mas às vezes possuem manchas brancas. Os machos são menores e, por vezes, têm tonalidade mais marrom do que preta, mas também podem ter manchas ou listras amarelas e brancas. As fêmeas dessa espécie são perigosas para os seres humanos, mas não são letais. Sua mordida entrega uma neurotoxina que pode causar dor, náuseas e, em alguns casos, deixar a pessoa em choque e sufocar.

Latrodectus obscurior

A Latrodectus obscurior é uma outra raça de viúva-negra que pode ser encontrada na ilha de Madagascar. Esta raça em particular é muito diferente das outras viúvas negras, pois não é negra, mas marrom com marcações vermelhas no abdômen. Ela também é perigosa para os seres humanos, mas, novamente, apenas as fêmeas precisam ser temidas, pois os machos são muito pequenos para infligir uma ferida profunda o suficiente para que o veneno seja absorvido.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível