Arbustos floridos de Escallonia

Escrito por alecia stuchlik | Traduzido por vivian rocha
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

Nativa da América do Sul, a família Escallonia contêm mais de 40 arbustos e árvores. Nomeadas em homenagem ao espanhol Senor Escallon, que viajou por toda a América do Sul, a Escallonia prospera em temperaturas quentes e lida bem com vento e maresia, o que as torna um complemento perfeito para a paisagem de áreas costeiras. Além de ter um rápido crescimento, os arbustos floridos dessa planta crescem como fachadas ou cercas vivas.

Outras pessoas estão lendo

Descrição da planta

Um arbusto perene, a Escallonia (Escallonia spp.) apresenta folhas verdes escuras brilhantes que se alternam à medida que crescem em caules lenhosos. Mais larga no topo, as folhas crescem em forma de cone e têm bordas serrilhadas. Diferentes variedades destes arbustos crescem em qualquer lugar de 1,5 a 4,5 metros de altura em uma forma arredondada.

A Escallonia produz cachos de flores brancas, vermelhas ou rosa, em que os ramos vão decrescendo da base para o topo, chamados de panículas, durante a primavera, verão e no outono. Além disso, esses arbustos atraem borboletas e abelhas. O variedade popular Pink Princess (Princesa rosa) tem vistosas flores rosas, enquanto a Escallonia rubra tem panículas de 3 a 10 cm cheias de flores vermelhas.

Condições de crescimento

Para um melhor crescimento, essa planta requer bastante sol, solo bem drenado e irrigação regular. No entanto, de acordo com a Universidade da Califórnia, este arbusto precisa de sombra parcial quando estiver crescendo em climas muito quentes. Além da tolerância à sal, vento e seca, essa planta também tolera uma grande variedade de tipos de solo. Ela também se recupera rapidamente de danos causados por geadas.

Cuidados

A melhor época para podar arbustos Escallonia é logo após a floração. Na hora de podar os arbustos, corte não mais do que um terço dos ramos. Para uma poda mais geral, corte partes floridas mais velhas.

Pragas

Algumas pragas, com exceção da escala, recaem sobre a Escallonia. Embora o problema seja mais estético do que para a saúde, a escala se alimenta de fluidos da casca, frutas ou folha. Infestações muito fortes podem fazer com que a planta murche ou fique amarela, e também prejudicar o crescimento. Às vezes a Escallonia atrai a escala do tipo Ceroplastes spp. em abundância. Diferente da maioria, essa é recoberta por uma espécie de placa, segunda a Universidade da Califórnia. A maioria das escalas são macias (fazem parte da família Coccidae), pequenas (cerca de meio centímetro), textura lisa, cerosa ou felpuda e excretam uma substância pegajosa e doce chamada de melado.

Para tratar a escala, aplique um óleo de horticultura entre o final do inverno e início do verão. Para melhores resultados, a pulverização deve cobrir toda a planta.

Doenças

Nenhuma doença séria afeta este arbusto. No entanto, o perecimento pode acometer estes arbustos, fazendo com que a folhagem murche, transformando-se em amarela ou marrom. Em casos graves, esta doença provoca a morte de ramos e as vezes até mesmo de todo a planta. De acordo com a Universidade da Califórnia, o melhor método de prevenção e tratamento para esta doença é manter um ambiente de crescimento adequado.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível