Brincadeiras de rua de que você mais sente falta

Escrito por túlio pires bragança
Brincadeiras de rua de que você mais sente falta
Algumas brincadeiras de rua são inesquecíveis (Jupiterimages, Brand X Pictures/Stockbyte/Getty Images)

Não faz muito tempo que as crianças podiam se divertir tranquilamente nas ruas, brincando durante o dia inteiro. Infelizmente, com a forte urbanização das grandes cidades, a violência e os brinquedos tecnológicos, essas divertidas atividades infantis estão ficando cada vez mais raras. Além de serem ótimas para a socialização dos pequenos, elas ajudavam a entender regras, obediência e, claro, queimar muitas calorias, já que a maioria delas envolvia muita atividade física. Confira aqui as brincadeiras de ruas que mais marcaram época no Brasil!

Pega-pega

Uma das mais populares brincadeiras de crianças, o pega-pega é uma atividade muito divertida e democrática, já que muitos podem participar ao mesmo tempo. Existem algumas variações das regras segundo os estados brasileiros. Basicamente, para brincar os jogadores são divididos em duas categorias: os que pegam e os que fazem de tudo para não serem apanhados. Quem for pego se transforma automaticamente em pegador, tornando a brincadeira ainda mais dinâmica. Como é uma atividade que envolve bastante corrida, o ideal é que ela seja realizada em quadras, galpões ou ruas com menor movimento.

Esconde-esconde

O esconde-esconde é uma das mais clássicas brincadeiras infantis, podendo ser realizado dentro de casa e até mesmo em ruas tranquilas. Os participantes são divididos em dois grupos: um deles é o que procura e os outros são os que se escondem. Aquele que procura fecha os olhos e começa uma contagem até 100 ou 200, dependendo do quanto for combinado pelos participantes e, durante esse tempo, os outros jogadores se escondem. Para ganhar a brincadeira, a criança encarregada de procurar as outras precisa achar todas antes que alguma delas volte ao ponto inicial da brincadeira.

Amarelinha

A amarelinha é uma brincadeira que precisa de poucos itens para ser realizada. Um pedaço de giz e uma área livre no chão são suficientes. É preciso desenhar então vários quadrados e enumerá-los de 1 a 10, finalizando com outro espaço chamado de "céu", em formato redondo. A partir daí usa-se o próprio giz ou uma pedra para jogá-la no quadrado número 1. Então, a criança pula num só pé as outras casas, fazendo o possível para não pisar no quadrado com a pedra. Depois o mesmo movimento é repetido, porém jogando a pedra na casa 2 e por aí em diante, até que chegue o momento de acertá-la no espaço referente ao "céu".

Brincadeiras de rua de que você mais sente falta
Amarelinha é uma brincadeira popular em vários países (Jupiterimages/Stockbyte/Getty Images)

Gato-mia

Gato-mia é uma brincadeira bastante parecida ao pega-pega, porém é realizada com vendas ou num ambiente escuro. Um dos participantes precisa encontrar os outros, tendo os olhos vendados, e identificar quem é a pessoa que ele pegou. Quando ela encontra alguém, diz "gato, mia" e quem foi encontrado precisa miar como um gato para responder. A partir desse miado, a criança vendada precisa adivinhar quem foi que ela agarrou. Se acertar, ganha a brincadeira e a outra pessoa é vendada e começa a procurar. Caso contrário, ela continua procurando até acertar na adivinhação.

Brincadeiras de rua de que você mais sente falta
Gato-mia pode ser jogada dentro ou fora de casa (Stockbyte/Stockbyte/Getty Images)
Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível