Características de líderes transacionais

Escrito por steve jonathan | Traduzido por pedro santos
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Características de líderes transacionais
O líder transacional em ação (Jupiterimages/Pixland/Getty Images)

Liderança transacional é baseada no conceito de que o líder oferece incentivos quando os trabalhadores fazem o que é necessário. Quando os empregados têm o desempenho desejado, eles são recompensados, e, se não o fizerem, são punidos, ou a recompensa é retida. A relação que existe entre líder e empregado é transacional. Além de recompensas contingentes, os líderes transacionais praticam gerenciamento por exceção. Eles não têm interesse em fazer mudanças para transformar o ambiente de trabalho, preferindo manter as coisas como elas são.

Outras pessoas estão lendo

Prática

Liderança transacional é baseada na troca entre líder e colaborador. As recompensas são condicionadas ao desempenho esperado. Quando o funcionário faz o que se espera, o ato é recompensado. Por exemplo, ao atender a critérios específicos de meta o funcionário ganha uma recompensa. Uma das características do líder é prática. Recompensas, através de reforço positivo, são dadas por fazer que é necessário; recompensas são retidas quando o empregado não atinge o nível esperado de desempenho.

Resitência a mudanças

Líderes transacionais tendem a não gostar da mudança. Um líder transacional quer que as coisas permaneçam como estão e não acredita na transformação do ambiente de trabalho para melhorar as coisas. Esses líderes acreditam que as coisas estão bem do jeito que estão e não devem ser alteradas. Os funcionários não devem pensar por si mesmos ou agir de maneira inovadora. O líder não incentiva esse tipo de comportamento, e isso é fruto da antipatia do líder à mudança. Líderes transacionais usam critérios predeterminados para monitorar o desempenho, e não há espaço para a mudança.

Reconhece e recompensa pelo desempenho

Os líderes transacionais, por causa de sua antipatia por mudanças no ambiente de trabalho, monitoram constantemente o desempenho com base em metas e objetos específicos. Eles são rápidos para detectar o desempenho, reconhecê-lo e recompensá-lo. Isto também significa que eles são rápidos para detectar ausência de bom desempenho em alvos pré-determinados e irão reter a recompensa. Líderes transacionais ruins são menos propensos a identificar problemas e prevenir um desastre. De novo, isto está relacionado à característica de não gostarem de mudança. Eles esperam que as coisas aconteçam como predeterminadas.

Diretivas

Um líder transacional acredita em tomar todas as decisões e espera que seus funcionários simplesmente sigam as instruções. Não há espaço para inovação por parte do funcionário sob esse tipo de liderança. Um líder transacional tem visão estreita e acredita que o que já está estabelecido é o melhor. Os funcionários devem seguir padrões pré-estabelecidos, e “pensar fora da caixa” não é algo incentivado. A ação corretiva é realizada rapidamente caso haja desvio de regras estabelecidas e pode até mesmo incluir uma punição.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível