Cinco etapas para fazer um arranjo de flores

Escrito por elizabeth layne | Traduzido por aline elias
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Cinco etapas para fazer um arranjo de flores
Os arranjos florais precisam de alguns passos básicos para montá-los (Brand X Pictures/Brand X Pictures/Getty Images)

O uso de arranjos florais para deixar os ambientes bonitos, marcar rituais e comemorar ocasiões tristes ou felizes é uma tradição que remonta ao Egito Antigo. A pessoas pensam que os arranjos são difíceis de fazer, mas com alguns passos e ferramentas qualquer um pode cria-los. Você precisará de flores, um recipiente, uma tesoura com ponta ou faca, espuma floral e folhagens.

Outras pessoas estão lendo

Escolhendo as flores

É possível escolher as flores em um supermercado, floricultura ou do seu próprio jardim, nas cores em que deseja trabalhar. Tenha em mente o formato que deseja que o arranjo seja. Você precisará de 3 tipos de flores. Para criar o esboço, escolha flores com o caule alongado, como lírios, gladíolos, esporinhas ou bocas-de-lobo. Você também pode escolher flores mais arredondadas para preencher o esboço, por exemplo: rosas, peônias, rododendros, aglomerados com flores menores e até mesmo bagas. Escolha materiais que possam completar os espaços no arranjo, como folhagens, as conhecidas como "mosquitinhos" ou a Queen Anne's lace.

Escolhendo um recipiente

Vasos básicos, não precisam ser caros, funcionam bem, mas seja criativo e escolha qualquer recipiente que retenha água. Tenha em mente que o recipiente tem que estar sempre limpo e ter o tamanho adequado para o arranjo. A sua abertura deve ser suficientemente grande de modo que os caules não sejam prejudicados.

Podando

Para prolongar a vida do seu arranjo, retire todas as folhas ou hastes que ficariam embaixo do mesmo. Podá-las reduz as bolhas de ar na haste e aumenta a captação de água da flor. Para podar, use uma faca ou tesoura limpa, corte as hastes na diagonal, aproximadamente 2,5 cm da parte inferior da haste, em água corrente morna. O corte diagonal evita que as flores fiquem na parte de baixo do recipiente, diminuindo a absorção de água. Coloque as flores em um balde e as deixe em um local fresco a cerca de 1 a 4 graus Celsius por algumas horas.

Aprendendo o básico

Coloque a espuma floral embaixo do recipiente e encha com água. O arranjo, de cima pra baixo, deve ter uma vez e meia o tamanho do recipiente para equilíbrio visual correto. Use as flores com o caule mais alto, como as esporinhas, para criar um contorno, definindo assim o formato do arranjo, como triangular, furando a haste na espuma. Algumas diretrizes incluem a colocação das flores maiores e das mais escuras ao fundo do arranjo. Para o arranjo obter uma aparência equilibrada, as flores menores e mais claras devem ficar a mostra, na parte superior.

Terminando o modelo

Agora que você tem o contorno acabado e conhece algumas diretrizes de modelo, termine o arranjo. Preencha generosamente com as flores arredondadas, como as rosas e as peônias. Corte as hastes das flores de acordo com a altura correta, as hastes devem ficar menores conforme você as abaixa. Crie um ponto focal na centro do arranjo. Seja criativo, ao invés de usar uma flor grande, use 5 flores de tamanhos e cores variados. Depois, preencha com qualquer outro espaço restante com as folhagens, as flores menores, como os mosquitinhos.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível