Coisas que se deve saber após quatro meses de namoro

Escrito por john willis | Traduzido por michel makarios
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Coisas que se deve saber após quatro meses de namoro
Dicas para um namoro saudável (Comstock/Stockbyte/Getty Images)

Não existem regras exatas no mundo dos relacionamentos, mas existem diversos ensinamentos que podem lhe ajudar a encontrar o que procura e evitar ciladas. A coisa mais importante a se saber quando estiver procurando o parceiro ideal não é sobre ele e sim sobre você. Primeiro, você precisa entender não o que você quer em um parceiro e sim o que quer em sua vida. Parece simples, mas essa pode ser a questão mais difícil de se perguntar. Caso consiga respondê-la, então você pode seguir adiante em coisas que quer em um parceiro e coisas que gostaria de evitar. Aqui seguem algumas considerações para se pensar após um namoro de quatro meses.

Outras pessoas estão lendo

Histórico familiar

Como nós somos afetados pelo nosso histórico familiar é algo que varia. Mas muitos de nós somos formados pela educação familiar. Algumas pessoas crescem e se parecem muito com os pais. Outros fazem decisões conscientes de serem diferentes -- se conseguem ou não é outra história. Ter uma visão geral do histórico familiar de seu companheiro pode lhe dar um vislumbre do que ele é.

Consumo de drogas ou álcool

Muitas pessoas conseguem esconder o uso excessivo de drogas e álcool por um bom tempo -- até mesmo de pessoas próximas. Você deve estar atento caso haja sinais de abuso ou algum indicador de possível abuso de substâncias. Observe caso drogas e bebidas sejam consumidas na sua frente. Você deve saber quanto e com que frequência os efeitos são visíveis. Esteja ciente dos efeitos indiretos também, como mudanças de humor, comportamento imprevisível ou fadiga.

Superar relacionamentos passados

Pode levar um ano ou mais para processar um término emocionalmente e estar pronto para tentar um novo relacionamento. Algumas pessoas simplesmente não seguem em frente com as feridas emocionais de velhos relacionamentos e ficam presas neles indefinidamente. Conhecer os relacionamentos passados de sua companheira não é necessariamente uma coisa ruim; pode até lhe ajudar a compreendê-la. Mas uma vez que souber, cuidado caso ela comece a ficar obcecada com eles. É um bom indicador de que a pessoa não está equipada emocionalmente para seguir com um novo relacionamento.

Saber o que seu companheiro quer

Assim que você souber bem o que quer de sua vida, deve entender o básico do que seu companheiro quer para a vida. Uma maneira de se fazer isso é simplesmente perguntar "Como você imagina sua vida em um ano, dois anos, cinco anos ou dez?" Preste muita atenção nas coisas mencionadas. Vocês não precisam ter listas idênticas. Mas expectativas e prioridades devem ser conhecidas de ambos. Caso ele mencione crianças e elas não estiverem em sua lista, não esquente. Seja direta. Faça perguntas. As respostas não precisam ser um fator decisivo. Mas caso sejam, vocês estarão melhores sabendo disso após quatro meses ao invés de quatro anos.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível