O Concerta vs. a Dexedrina

Escrito por michael david velardo | Traduzido por claudio silva
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
O Concerta vs. a Dexedrina
É sempre importante verificar a dosagem dos medicamentos com prescrição médica (Image by Flickr.com, courtesy of Lee Nachtigal)

O Concerta (metilfenidato HCl) e a Dexedrina (sulfato de dextroanfetamina) são drogas da classe das anfetaminas. Concerta e Dexadrina são os nomes comerciais para fármacos estimulantes do sistema nervoso central (SNC). Eles têm mecanismos de liberação corporal diferentes e vêm em formas distintas. A Dexedrina é fabricada pela GlaxoSmithKline Corporation e o Concerta pela ALZA Corporation, Mountain View, Califórnia, McNeil pediatria e Titusville, Nova Jersey.

Outras pessoas estão lendo

Liberação estendida vs. liberação sustentada

Drogas rotuladas como "liberação prolongada" funcionam por dissolução no estômago / intestinos durante um período de tempo. No caso do Concerta, o medicamento destina-se a fornecer o fármaco a uma certa taxa durante um período de 12 horas. Ele deve ser tomado na parte da manhã, de acordo com o site rxlist.com, mas há pacientes que o tomam duas ou três vezes por dia.

Os de "libertação sustentada", chamados "spansules", tais como a Dexadrina, funcionam fornecendo ao paciente uma dose inicial, enquanto a medicação restante é dissolvida durante um período de tempo, diz o rxlist.com.

A única diferença entre a sustentada e a estendida é a dose inicial liberada pelas cápsulas da primeira.

As doses de Concerta vs. as de Dexedrina

A Dexedrina vem em cápsulas metade marrom e metade transparente, (chamadas spansules), nas dosagens de 5, 10 e 15 mg de liberação sustentada. Cada cápsula vem com a potência em miligramas impressa e um número correspondente, por exemplo, 3512 na cápsula de 5 mg, 3513 na de 10 e 3514 na de 15 miligramas. A dose inicial para os pacientes com seis anos ou mais é de 5 mg por dia, podendo ser aumentada até 10 mg por semana até que a dose ideal seja atingida.

O Concerta vem na forma de comprimido colorido de liberação prolongada nas dosagens de 18 (amarelo), 27 (cinza), 36 (branco) e 54 (vermelho acastanhado) miligramas. A dose inicial recomendada para crianças de seis a 12 anos é de 18 até o máximo de 54 mg por dia. Já os adolescentes de 13 a 17 anos e adultos entre 18 e 65 iniciam com 18 e vão até 72 mg por dia. Doses diárias acima de 54 mg para crianças e 72 mg para adultos não são recomendadas.

Indicações

Segundo o site rxlist.com tanto a Dexedrina quanto o Concerta são indicados para o tratamento de déficit de atenção, hiperatividade (TDAH) e distúrbios do sono, tal como a narcolepsia que é definida como "sonolência diurna excessiva e ataques de sono", pelo site sleepdisorderchannel.com.

No entanto, nenhum dos dois é recomendado para crianças com idade inferior a seis anos. A Dexedrina é indicada para pacientes com idades entre seis a 16 com diagnóstico de TDAH. O Concerta por outro lado é indicado para o tratamento de ADHD em pacientes dos seis aos 65 anos, de acordo com o site rxlist.com.

Ambos podem ser prescritos para tratar problemas de excesso de peso, informa o emedtv.com.

Contraindicações

A Dexedrina não deve ser utilizada se o paciente tem a arteriosclerose avançada, (endurecimento / estreitamento) das artérias, pressão arterial elevada, tireoide hiperativa, glaucoma ou em estado de agitação, afirma o rxlist.com. Os pacientes não devem tomá-la enquanto estiverem fazendo uso dos inibidores da monoamina oxidase (IMAO). Os inibidores de MAO são uma classe de drogas que tratam a depressão. Antes de tomar anfetamina, os pacientes precisam suspender seu uso durante pelo menos 14 dias de acordo com o rxlist.com.

O Concerta tem as mesmas contraindicações, incluindo o fato de que não pode ser tomado em conjunto com anticoagulantes (diluidores do sangue), antidepressivos e uma série de outras drogas, porque essa combinação poderia mudar a forma como todos eles funcionam no corpo, de acordo com o rxlist.com.

Alertas

O potencial de ambos para o abuso e a dependência é elevado.

Nenhum deles deve ser tomado, a menos que o seu médico saiba sobre os outros medicamentos que você toma ou planeja tomar, incluindo suplementos de ervas e medicamentos sem receita.

O uso do Concerta a longo prazo pode causar supressão de crescimento em crianças de sete a dez anos, informa o rxlist.com. Ambos os medicamentos têm uma extensa literatura sobre seus efeitos colaterais e reações adversas, bem como avisos sobre a sua utilização.

É muito importante que você leia as informações detalhadas sobre essas drogas para ter uma melhor ideia de seus riscos e benefícios.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível