Consumo de energia das TVs LCD e CRT

Escrito por contributing writer | Traduzido por allan magalhães
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Consumo de energia das TVs LCD e CRT
TV com tecnologia CRT (Blank TV image by Mario Ragsac Jr. from Fotolia.com)

A medida que a tecnologia da alta definição avança, os consumidores ganham mais opções para suas necessidades de entretenimento doméstico. A tecnologia CRT está dando o lugar ao LCD, mas qual é a diferença? As telas LCD são mais eficientes?

Outras pessoas estão lendo

O que significa CRT e LCD?

Existem vários tipos primários de tecnologia usados para monitores e TVs, incluindo CRT e LCD, além das telas de plasma e projeção.

CRT (do inglês "Cathode Ray Tube" -- Tubo de Raios Catódicos) é a tecnologia mais tradicional utilizada em monitores e está ficando menos comum ao longo do tempo. De acordo com um artigo da CNet, essa tecnologia funciona disparando elétrons contra camadas de fósforo, criando uma imagem no interior da tela.

As TVs LCD (do inglês "Liquid Crystal Display" -- Tela de Cristal Líquido) usam luzes de fundo para exibir a imagem. A luz passa por filtros de cores ou interagem com chips que processam a luz através do uso de vários espelhos pequenos e círculos cromáticos.

Consumo energético: CRT e LCD

De acordo com um artigo feito por Alan Hedge, da Universidade Cornell, as telas LCD economizam mais energia do que as telas CRT. Ao comparar um monitor LCD de 15 polegadas com um monitor CRT de 17 polegadas (que possui uma área de visualização igual), o monitor LCD usou 55 watts a menos no estado operacional (LCD: 25 W vs. CRT: 80 W) e 2 watts menos quando em modo de espera (LCD: 3 W vs. CRT: 5 W). As telas LCD também consomem menos eletricidade ao retornar do modo de espera quando comparadas aos monitores CRT.

As telas LCD irão usar menos energia do que as CRT, o que significa menos dinheiro gasto em eletricidade. Isso também é melhor para o ambiente, caso queira causar menores impactos ambientais.

Performance: prós e contras

As telas LCD possuem imagens mais nítidas, brilhantes e claras; além de ocuparem menos espaço e serem mais leves, quando comparadas com as telas CRT. As telas LCD possuem uma área de visualização real maior, o que significa que elas podem ter a mesma área de visualização que telas CRT maiores. A tecnologia CRT produz mais calor do que a LCD.

As telas CRT possuem uma melhor profundidade e gama quando comparadas com as LCD. Porem, esta ultima tecnologia está melhorando. Algumas telas de LCD de baixa qualidade possuem pixels que respondem muito lentamente, gerando uma imagem menos precisa. De acordo com o site FlatPanelTV.org, as telas CRT possuem vida útil maior do que as LCD, chegando a durar mais de 80 mil horas. As telas LCD duram entre 30 mil e 60 mil horas.

Custo inicial e custo a longo prazo

Embora as TVs LCD consumam menos eletricidade, as CRT são mais baratas.

Levará algum tempo até que o custo inicial de uma tela LCD seja compensado. Esse tempo varia de acordo com a intensidade do uso da TV. É importante considerar as suas necessidades pessoais, quanto tempo a TV ficará ligada e quanto custa a eletricidade na sua região.

Conclusão

Em termos de recursos, as TVs LCD oferecem uma experiência visual melhor e ocupam menos espaço; pontos que podem justificar o custo inicial maior. O fato de elas serem mais eficientes energeticamente do que as telas CRTs é apenas algo extra, já que não haverá economia durante algum tempo devido ao preço de compra mais alto.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível