Como criar animais antropomórficos e de fantasia desenhando "furries"

Escrito por sam kellenberg | Traduzido por pina bastos
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como criar animais antropomórficos e de fantasia desenhando "furries"
Animais antropomórficos são muitas vezes apresentados em contos de fadas, programas de televisão e livros infantis (Jupiterimages/Comstock/Getty Images)

O antropomorfismo é muitas vezes entendido como a tendência dos humanos de atribuir características e qualidades humanas ao comportamento animal. O antropomorfismo em arte leva a questão a outro nível, adicionando qualidades físicas humanas a seres com aparência de animais, o que pode incluir desenhar essas figuras animais como humanoides bípedes, dando-lhes sobrancelhas e expressões humanoides, ou colocando-os na execução de atividades humanas, o que é conhecido como arte "antro" — um termo frequentemente intercambiado com a arte "furry". As figuras de animais humanoides resultantes geralmente são chamadas de "Furries" ou "Antros".

Nível de dificuldade:
Moderadamente fácil

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Lápis
  • Papel
  • Animal de referência
  • Pose humana de referência

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Escolha o seu tipo de antro ou furry — seja de que variedade de animal que você deseje antropomorfizar.

  2. 2

    Escolha em que pose deseja apresentar o seu furry. Selecione, também, quais as feições do animal e quais as feições humanas deseja realçar. A maioria dos furries tem cara de animal, o que pode ou não incluir cabelo humano, assim como um corpo coberto de pelo e uma cauda.

  3. 3

    Arrume as figuras de referência em seu local de trabalho. Desenhe linhas fracas em volta dos pontos notáveis dos temas para ajudá-la a se lembrar de sua localização; contorne as formas maiores das figuras.

  4. 4

    Comece a contornar as formas maiores da figura desejada, que geralmente são o corpo, a cabeça e os membros. Confira os ângulos e as proporções das formas à medida que começa a desenhar. Desenhe as linhas com leveza; a maior parte delas será apagada depois.

  5. 5

    Confira duas vezes as formas contornadas no papel, confrontando-as com as linhas desenhadas nas figuras de referência.

  6. 6

    Preencha os contornos da figura nas formas circundadas. Refira-se o tempo todo às figuras de referência e, como antes, desenhe com leveza.

  7. 7

    Desenhe as linhas de referência para indicar os pontos notáveis dentro da figura; nariz, olhos, boca, peito e cintura. Agora você deve ter um corpo simplificado.

  8. 8

    Apague as linhas guia e acrescente detalhes no interior da figura. Linhas curtas e paralelas podem ser usadas para sombrear e dar a aparência de pelo; tracejados claros e longos podem sombrear as áreas mais escuras da figura. Para esse passo, figuras de referência detalhadas são incrivelmente valiosas. Preste muita atenção às áreas que podem conter sombras mais escuras — peitos e bíceps, o focinho, caudas e os joelhos ou tornozelos.

  9. 9

    Apague com cuidado em movimentos curtos e precisos, para acrescentar realce perto das áreas sombreadas de escuro e para indicar brilho sobre o pelo ou o cabelo.

  10. 10

    Acabe o desenho escurecendo os contornos da figura e assinando e datando a peça.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível