×
Loading ...

Cuidados com a erva-cidreira

Atualizado em 21 fevereiro, 2017

A erva-cidreira, também conhecida como melissa, é uma planta perene, da família da menta, que requer pouca manutenção. Pode crescer até atingir uma altura de cerca de 60 cm, e produz folhas em forma de coração a ovulares com 5 a 7,5 de diâmetro. Do final da primavera até o verão, a erva-cidreira produz pequenas flores azul-claras. No entanto, é mais comum ser cultivada por seu aroma de limão e folhas fragrantes, e não por sua aparência, que é descrita como "semelhante à das ervas daninhas".

Erva-cidreira (Magicshapes/iStock/Getty Images)

Requisitos de solo e plantio

A erva-cidreira vicejará em terra razoavelmente úmida, com pH entre 5 e 7,5. São as plantas de escolha de muitos jardineiros com terras problemáticas e propensas à erosão. Áreas frescas com sombra parcial são ideais, mas as plantas também toleram a plena exposição solar ou a sombra total, o que facilita muito o seu cultivo na maioria das localizações.

Pode-se cultivar erva-cidreira através das sementes no início do outono ou na primavera. Isto pode ser feito dentro de casa ou diretamente no jardim. Cubra as sementes com uma camada bem fina de terra, e não a deixe secar completamente. Pode-se também fazer o cultivo por estaquia ou mudas, plantando-as a espaços de 30 a 60 cm e a 5 cm de profundidade. As plantas fazem a própria semeadura e se espalham com facilidade.

Loading...
As plantas toleram a plena exposição solar (rbiedermann/iStock/Getty Images)

Requisitos de água e fertilização

Um suprimento regular de água é necessário para a erva-cidreira. Elas se dão muito bem com locais úmidos, mas a terra não deve ficar muito molhada, senão pode ocorrer podridão radicular. Pode ser necessário um sistema de irrigação por gotejamento ou mangueira com aspersor para fornecer água adequada, se a terra for propensa a secar nos meses de verão. Um sistema de irrigação com aspersor também funcionará, desde que as plantas sejam irrigadas diariamente durante a estação de crescimento.

Um fertilizante para fins gerais é o mais usado na erva-cidreira. Deve ser aplicado uma vez durante a primavera e mais uma vez no outono para promover o crescimento de nova folhagem. Fique atento para que não a fertilize demais. Embora isto possa causar um rápido crescimento, também produzirá folhas sem aroma.

A erva-cidreira precisa de irrigação regular (AKIRA/amanaimagesRF/amana images/Getty Images)

Pragas e doenças

A erva-cidreira possui uma concentração de óleos naturais tão alta em suas folhas, que não é muito incomodada por pragas e doenças, mas sabe-se que a podridão da raiz e o míldio pulverulento a afetam se for irrigada excessivamente. As ervas daninhas também podem se tornar um problema perto da erva-cidreira, e devem ser erradicadas o mais rápido possível. Remova quaisquer ervas daninhas a mão ou use um herbicida aprovado, de acordo com as instruções do fabricante.

Remova quaisquer ervas-daninhas que cresçam ao redor dessas plantas (BZH22/iStock/Getty Images)

Colheita e uso

A colheita frequente das folhas resultará em uma planta mais compacta, além de aumentar a produção de folhas aromáticas. Colha cerca de um terço das folhas antes da florescência pelo menos duas vezes na estação de crescimento para obter melhores resultados. Amarre os caules uns nos outros, e pendure as folhas colhidas em um lugar fresco e sombreado para secar. Armazene as folhas secas em um lugar fresco e seco, em recipiente hermético, e use-as quando necessário.

As folhas de erva-cidreira podem ser usadas frescas ou secas em chás, e acrescentam um aroma cítrico a qualquer bebida. Quando usadas frescas, conferem um aroma agradável a escabeches de peixe e frango, podendo ainda ser usadas como guarnição. As folhas secas perdem rapidamente o aroma, mas podem ser usadas em cosméticos caseiros, misturas e sabões.

Colha as folhas com frequência (DAJ/amana images/Getty Images)
Loading...

Referências

Recursos

Loading ...
Loading ...