Como curar fraqueza na perna e dores fortes no nervo ciático

Escrito por vanessa newman | Traduzido por guilherme rocha
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como curar fraqueza na perna e dores fortes no nervo ciático
Saiba como lidar com as dores no nervo ciático (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Há uma chance de 40% de você sentir dores no nervo ciático, de acordo com o Jornal de Neurocirurgia. Há diversos motivos para que esta dor apareça, incluindo problemas com a espinha. As dores no nervo ciático são um sintoma de outro problema de saúde. E não há como errar na hora de diferenciar a dor ciática (dor, fisgada ou queimação) que muitas vezes desce por uma perna. A maior probabilidade é de que você desenvolva uma fraqueza que fará com que você ande e se sente de maneira diferente. E você também poderá sentir dormência e sensações estranhas (parestesia) como formigamento ou como se algo estivesse subindo por sua perna. A boa notícia é que esta é uma fase que passa, segundo o livro "Soluções o nervo ciático".

Nível de dificuldade:
Moderadamente fácil

Instruções

  1. 1

    Para reduzir imediatamente a dor, fique na posição fetal. Sentar-se ou ficar de pé pode causar uma dor insuportável, que não irá embora caso você deixe de ficar de pé para sentar-se ou vice-versa. Encolher-se é uma das posições mais confortáveis para quem sofre deste tipo de dor. Deite de um lado e encolha seus joelhos em direção ao seu peito. Este movimento vai retirar pressão da espinha e do nervo ciático, reduzindo assim a dor. Você pode colocar um travesseiro entre seus joelhos para dar um maior suporte e trazer mais conforto.

  2. 2

    Tome um banho de água morna em uma banheira. Os doutores Loren M. Fishman e Carol Ardman, autores do livro "Soluções para o nervo ciático", recomendam a imersão de seu corpo todo em água morna, até o queixo. A flutuabilidade da água vai cancelar os efeitos da gravidade. A temperatura (não muito quente) relaxa os músculos e promove o relaxamento do corpo em geral. Fazer este procedimento por cerca de 20 minutos, até três vezes na semana, é um bom tratamento para minimizar as dores.

  3. 3

    Alongue-se em uma cadeira. Coloque os pés no chão e os antebraços sobre suas coxas, e curve-se para frente. As palmas precisam estar sobre seus joelhos no começo deste exercício. Mova-se para frente lentamente, deslizando seus braços para que eles façam o trabalho de sustentar a parte de cima de seu corpo. As mãos irão balançar em direção ao chão e as costas devem permanecer eretas. Os doutores Fishman e Ardman dizem que este exercício alongará a coluna e os músculos traseiros sem impactar o nervo ciático.

  4. 4

    Fortaleça os músculos do estômago e coluna. Músculos estomacais fortes são fundamentais para uma coluna saudável. E já que uma lombar fraca contribui para a dor no nervo ciático, isto é fundamental. E para eliminar a fragilidade da perna afetada, você deve fortalecer os músculos do estômago e coluna de maneira simétrica. Bons exercícios para este grupo muscular são ioga, pilates, aulas de fortalecimento de músculos do estômago e coluna, ou um trabalho especializado com um personal trainer para criar uma rotina de exercícios para este grupo.

  5. 5

    Corrija sua postura. Ter uma boa postura significa que o corpo está disposto (como tijolos em uma construção) em uma forma estável. A cabeça está alinhada com os ombros, que estão acima dos quadris. Os quadris estão acima dos joelhos, alinhados com os pés. E a postura correta precisa ser mantida na hora de sentar-se, dirigir, e ficar de pé. Usar uma bola estabilizadora como uma cadeira é uma ótima maneira de treinar seus músculos para que eles se acostumem novamente a ficar alinhados ao sentar-se. Pratique ioga ou faça fisioterapia para aprender alguns exercícios de fortalecimento da postura.

Dicas & Advertências

  • Com a redução da dor, há muitos outros alongamentos e exercícios para se fazer (com uma cadeira ou parede) e que estão recomendados no livro "Soluções para nervo ciático". Muitas pessoas têm músculos piriformes presos, o que contribui para a dor no nervo ciático. Alongar os músculos piriformes é algo altamente recomendável.
  • Se você perder o controle de sua bexiga ou intestino devido ao nervo ciático, procure um médico. Pode ser que você esteja com um problema médico sério chamado síndrome da cauda equina.
Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível