Mais
×

Curiosidades sobre antílopes

Atualizado em 21 fevereiro, 2017

Nativos do Oriente Médio, Ásia e África, os antílopes podem ter um tamanho variado entre 25 cm de altura (o antílope real) até mais de 4,5 metros (elande gigante). Existem cerca de 90 espécies conhecidas destes animais no mundo, e apenas uma delas, o antílope-azul da África do Sul, entrou em extinção a partir de 2011. Esses mamíferos são conhecidos por caminharem saltitando; eles parecem saltitar pelo solo conforme correm, e sua beleza e graciosidade os tornam grandes atrações em zoológicos no mundo todo, e também em safaris. Nos Estados Unidos, os antilocapras vivem em Wyoming.

Um rebanho de antílopes visitam um bebedouro no chão (Comstock/Comstock/Getty Images)

Cascos divididos

Ao contrário dos cavalos, os cascos dos antílopes são divididos logo abaixo da metade para formar dois "dedos". Dependendo de onde uma espécie em particular vive, o animal pode ter cascos com divisões amplas (para andar na areia inconstante de desertos), ou cascos longos e com divisões pontiagudas (para fazer tração em áreas pantanosas). Independente de onde o antílope viva, seus cascos divididos desempenham um papel importante em seu equilíbrio e coordenação, o que ajuda a contribuir para sua graça e velocidade.

Os cascos dos antílopes são desenvolvidos para tração e mobilidade (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Chifres

Todas as espécies de antílopes possuem chifres, mas em algumas espécies, apenas os machos os desenvolvem. Eles são usados para se defenderem de predadores, e às vezes, para brigar com outros antílopes no rebanho por rivalidade, para ganhar uma posição melhor ou manter as fêmeas. O formato e o tamanho dos chifres variam bastante, dependendo da espécie. No caso dos Kudus, eles podem chegar a até dois metros de comprimento. Algumas espécies possuem chifres retorcidos, curvados ou espirais. Diferente dos veados, os antílopes mantêm seus chifres o ano todo e nunca os trocam.

O formato dos chifres dos antílopes varia de uma espécie para a outra (Tom Brakefield/Stockbyte/Getty Images)

Preferências alimentares

A maioria das espécies de antílopes são estritamente herbívoras, mas a espécie Cephalophinae ocasionalmente mata e come aves, insetos e até pequenos mamíferos. Com exceção deles, os outros antílopes comem gramas e folhas. Algumas espécies comem o que estiver disponível na área, dependendo da época do ano. Outras migram para encontrar seus alimentos favoritos ao longo do ano. Por exemplo, as gazelas Thomson seguem rebanhos de zebras e gnus enquanto migram pela África Oriental. As gazelas comem os brotos tenros de grama deixados para trás pelos gnus e zebras.

Alguns antílopes têm pescoços longos como girafas que os ajudam a alcançar as folhas nas árvores (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Tempo de vida

Como os antílopes são caçados por animais maiores, eles raramente vivem por mais de oito a dez anos na selva. Em cativeiro, existem registros de que esse animal conseguiu viver até a adolescência. Na natureza, os membros mais velhos e fracos dos rebanhos são atacados pelos predadores, então, assim que eles começam a diminuir seus ritmos, se tornam presas para leões, pítons, crocodilos, guepardos, chacais e babuínos.

Um guepardo ataca um antílope (Anup Shah/Digital Vision/Getty Images)
Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article