Como dar um abraço

Escrito por ehow contributor | Traduzido por lean pereira
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como dar um abraço
Seres humanos necessitam de mais abraços de urso

Abraçar é a habilidade humana menos exercitada. Com um abraço, você pode dizer "Olá. Adeus. Estou com saudades. Eu gosto de você. Eu te amo. Você é demais. Ótimo jogo. Eu quero sexo com você. Obrigado. Me desculpe. Espero que você se sinta melhor. Eu sei que o mundo é um lugar grande e assustador, mas tudo ficará bem."

Um abraço é como um "Aloha!" físico e, quando é bem feito, faz com que todo o corpo se encha de alegria. Abraçar é quase sempre o que o médico prescreve; o único problema é que eles não o prescrevem com tanta frequência, deixando a maioria da população mundial passando a necessidade. A maioria das pessoas é composta por abraçadores medíocres, enquanto algumas são espetaculares na arte de abraçar e outros dão os piores abraços do planeta. Ponha mais abraços significativos em sua vida com alguns passos simples.

Nível de dificuldade:
Fácil

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Faça contato visual com a pessoa que deseja abraçar.

  2. 2

    Determine o tipo de abraço que você dará. Será um abraço familiar, um abraço romântico, um abraço divertido, um abraço esportivo, um abraço de boas-vindas, um primeiro abraço, um abraço de compaixão ou um abraço de parabéns?

  3. 3

    Abra seus braços.

  4. 4

    Observe a reação de seu abraçado em potencial. Caso ele revele sinais de rejeição, como uma mandíbula fechada, ombros tensos, pânico nos olhos ou braços completamente retos que parecem estar colados ao corpo, aborte sua missão. Você poderá fazer isso enquanto levanta os braços abertos ao céu, expirando um grande suspiro como se fizesse um necessário alongamento. Caso seu abraçado em potencial pareça ambivalente quanto ao seu avanço, abrace com cautela e dê atenção ao passo 8. Se ele responder com braços abertos, vá para o quinto passo.

  5. 5

    Envolva o corpo de seu abraçado com seus braços. Você pode envolver os braços de três formas: 1) Ambos os braços acima dos braços do abraçado, envolvendo seus ombros e parte superior das costas; 2) ambos os braços abaixo dos braços do abraçado, envolvendo a parte média de suas costas; ou 3) um braço acima e um braço abaixo para formar um abraço do tipo "cruzamento da torta" ou "marca do X". Às vezes, o posicionamento exato dos braços requer algumas manobras difíceis. Isso é natural e não deverá distrai-lo ou desviá-lo da tarefa em questão.

  6. 6

    Se solte no abraço. Respire e relaxe os ombros.

  7. 7

    Curta o momento. Não pense nas louças para lavar ou na mensagem de texto vibrando o celular no bolso. Nenhum outro pensamento ou distração tem mais importância que o abraço. O abraço vence a tudo.

  8. 8

    Permaneça pela duração do abraço — nem mais, nem menos. Um abraço romântico pode durar horas, se você quiser. Um abraço amigável, por outro lado, aproximadamente um minuto. Esteja atento à energia do abraçado. Se ele deseja sair do abraço, deixe-o ir. Se permanecer, continue abraçando.

  9. 9

    Repita de três a 300 vezes por dia.

Dicas & Advertências

  • Sempre abrace amigos e familiares na despedida e chegada.
  • Enquanto abraça, esfregue as mãos para cima e para baixo nas costas da pessoa abraçada, beije sua cabeça/testa/bochecha/pescoço, descanse sua cabeça sobre o peito dela, levante-a do chão ou envolva as pernas dela ao redor de sua cintura. Entretanto, estes procedimentos devem ser feitos com cautela.
  • Abraçar muitas pessoas ao mesmo tempo é super divertido, ainda mais quando precedido pela animada exclamação: "Abraço de grupo!"
  • Você pode começar um abraço de forma divertida, como "Vem cá, sua lindinha!" ou "Me abrace, bonitão!".
  • Abraços podem terminar uma briga entre amantes mais facilmente do que qualquer recadinho de amor, buquê ou o verbal "me desculpe".
  • Pais deveriam abraçar seus filhos, pelo menos, uma vez por dia. Eles deveriam abraçar seus adolescentes, no mínimo, duas vezes a cada dia.
  • Não dê batidinhas na cabeça de seu abraçado, costas ou bumbum a menos que possua um envolvimento romântico com a pessoa.
  • Tome cuidado com a pergunta "posso ganhar um abraço?". Quando feita da forma certa, ela pode ser carinhosa e poderosa, trazendo um abraço agradável para ambas as partes. Quando feita da forma errada, pode parecer carente ou incômoda, trazendo um abraço de compaixão que traz a todos um sentimento de desprezo.
  • Se a outra parte não lhe abraçar da forma que você gostaria, converse abertamente sobre o assunto. Se ela ainda não lhe der a qualidade ou quantidade de abraços de que você precisa, deixe o relacionamento. Abraços são essenciais para qualquer relação íntima.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível