Como dar um chute giratório no caratê Shorin-ryu

Escrito por ehow contributor | Traduzido por marla maisonnett
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

O chute giratório é uma das técnicas mais difíceis de ser dominada. Ela exige a avaliação precisa da distância do seu alvo e a habilidade de manter o equilíbrio durante e depois do chute.

Nível de dificuldade:
Desafiante

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Comece na posição de prontidão, com o pé direito para trás e a guarda levantada.

  2. 2

    Gire para a direita até que suas costas estejam de frente para seu oponente. Olhe sobre seu ombro direito, certificando-se que seu oponente ainda esteja à seu alcance.

  3. 3

    Levante seu joelho direito até o peito, depois chute para trás, fazendo contato com seu oponente com o seu calcanhar direito.

  4. 4

    Continue a girar para a direita, retraindo seu joelho direito até o peito, até que você esteja de frente para seu oponente. Volte a posição de prontidão com seu pé direito na frente e troque a guarda.

Dicas & Advertências

  • A execução correta desse golpe pode fazer com que seu oponente voe alguns metros para trás. É uma técnica de finalizações.
  • Bons alvos são o plexo solar, quadril e a caixa torácica sob a axila do seu oponente. Estudantes avançados podem mirar na cabeça ou joelho de seu oponente.
  • Utilize essa técnica somente se você tiver certeza que pode dar as costas à seu oponente, pois o deixará vulnerável por um momento. Um oponente com pensamento rápido pode explorar essa vulnerabilidade.
  • Pratique o chute giratório sozinho e contra uma bolsa pesada até que você o tenha dominado. Perder o equilíbrio durante essa técnica lhe deixa aberto para um contra-ataque.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível