on-load-remove-class="default-font">
×
Loading ...

Descrição dos fatores abióticos na tundra

Atualizado em 21 fevereiro, 2017

Os fatores abióticos são os componentes físicos ou inanimados de um ecossistema, como o nível de luz, o clima, o tipo de solo e a quantidade de precipitação. Eles têm um papel essencial na formação do bioma da tundra.

Os fatores abióticos têm um papel essencial na formação do bioma da tundra (Hemera Technologies/Photos.com/Getty Images)

Tipos

Existem dois tipos de biomas da tundra: a tundra ártica e a alpina. A alpina é encontrada em montanhas altas, enquanto a ártica cobre aproximadamente 20% da área de terra firme do planeta no extremo norte do globo. Embora ambas sejam similares em muitos quesitos, existem algumas diferenças importantes. As tundras alpinas têm uma vegetação semelhante, mas apresentam uma estação de crescimento mais longa e um solo melhor drenado do que as árticas.

Loading...

Características

A tundra é o bioma mais frio de todos. As estações de crescimento são curtas e bem limitadas aos meses de verão; durante o inverno, a terra é coberta de gelo e neve e as temperaturas podem chegar a -30 °C ou menos. Em um ano típico, a tundra ártica geralmente recebe de 17 a 60 cm de precipitação, enquanto a alpina costuma receber 101 cm ou mais de chuva.

Função

A combinação da alta velocidade do vento e da baixa temperatura torna a tundra um ambiente inóspito para a maioria das plantas e animais encontrados em climas mais temperados; os organismos que vivem na tundra têm adaptações especiais para lidar com os fatores abióticos. Na tundra ártica, uma camada de solo abaixo da superfície fica permanentemente congelada; ela é chamada de pergelissolo. A acumulação de água nas camadas da superfície pode formar pântanos e brejos que abrigam várias plantas. A tundra ártica sofre com a desvantagem adicional de receber menos luz, então as plantas precisam se adaptar a intensidades menores de luz para prosperar.

Loading...

Referências

Loading ...
Loading ...