Como se desfazer de lixo radioativo

Escrito por paul dohrman | Traduzido por a. araújo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como se desfazer de lixo radioativo
A forma de se desfazer de lixo atômico depende do nível de radioatividade e da meia-vida do material (Hemera Technologies/PhotoObjects.net/Getty Images)

A forma de se desfazer de lixo atômico depende do nível de radioatividade e da meia-vida do material. O lixo atômico é classificado segundo sua origem, não seu grau de radioatividade. Lixo com um grau de radioatividade baixo pode ter-se tornado radioativo tanto por exposição a nêutrons quanto através da contaminação a partir de lixo com alto grau de radioatividade -- portanto, o grau pode variar bastante. Após o decaimento para níveis seguros, lixo atômico de grau baixo geralmente é eliminado como lixo comum ou transportado para uma das três instalações nos Estados Unidos que aceitam lixo de grau baixo, onde é enterrado. Os resíduos de fissão geralmente são deixados mais acessíveis não por conta de um baixo grau de radioatividade, mas para serem monitorados — eles são perigosos a longo prazo — e para manter as opções em aberto quando surgirem métodos de descarte mais permanentes.

Nível de dificuldade:
Desafiante

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Piscina de água
  • Área de armazenamento segura contra roubo
  • Latas metálicas resistentes à corrosão
  • Fosso
  • Cofre
  • Autorização para guardar lixo atômico

Lista completaMinimizar

Instruções

    Armazenamento a longo prazo de lixo pouco radioativo

  1. 1

    Lixo transurânico — átomos de número atômico maior do quê o do urânio — são resíduos produzidos pela fissão em reatores nucleares. A maior parte do lixo transurânico não emite níveis elevados de radiação com alto poder de penetração, mas pode ser perigoso se ingerido, além de possuir uma meia-vida longa; a do plutônio-239, por exemplo, é de 24.000 anos. A maior parte do combustível nuclear usado é guardado no mesmo local do reator, em piscinas de água. O primeiro passo para o armazenamento é colocar o lixo em um piscina para servir como um escudo para os trabalhadores.

  2. 2

    Depois, o combustível é dissolvido usando produtos químicos para recuperar o urânio fissionável e deixar o lixo suspenso em líquido.

  3. 3

    O próximo passo, no caso de resíduos dos programas de defesa dos Estados Unidos, geralmente é reprocessar o lixo para uso em armas nucleares ou como novo combustível. Ainda assim, o restante dos passos precisa ser seguido pois o reprocessamento só pode ser realizado até certo ponto, graças à dificuldade de separar isótopos e encontrar usos para cada um deles.

  4. 4

    Para diminuir o volume, utiliza-se um processo chamado calcinação para remover a água do lixo e concentrá-lo.

  5. 5

    O lixo é então vinculado ao concreto ou ao vidro, através da vitrificação com fragmentos vidro.

  6. 6

    Nos Estados Unidos, o lixo é então transportado para o armazenamento em silos de aço inoxidável em reservas federais na Carolina do Sul, Idaho, Washington e na Planta de Serviços de Combustível Nuclear (Nuclear Fuel Services Plant) em West Valley, NY. A vantagem desse armazenamento na superfície é semelhante àquela de armazenar um tanque de óleo residencial sobre o solo em vez de enterrá-lo; no primeiro caso, observa-se vazamentos assim que eles iniciam. O objetivo é evitar que o vazamento ocorra e que o lixo entre na biosfera, especialmente em fontes de água potável.

  7. 7

    Estas instalações concentram e estabilizam o lixo, preparando-o para consolidação em um depósito nacional geologicamente estável, ainda fechado.

  8. 8

    Ainda que tal depósito seja aberto, resta um passo: utilizar tecnologia futura para aprimorar a reciclagem e transformação, a aceleração das taxas de desintegração, produzindo produtos finais mais seguros.

    Armazenamento e eliminação de lixo de baixo grau

  1. 1

    Lixo de baixo grau de radioatividade geralmente é armazenado no local de sua produção por pessoas licenciadas que seguem as normas para manipulação do material.

  2. 2

    Durante o período de armazenagem, o grau de radioatividade diminui, chegando em alguns casos a níveis em que o lixo pode ser eliminado como lixo comum. Quanto mais radioativo o material, mais rápido ele se desintegra em átomos não-radioativos, por isso o cuidado necessário para armazenar esse tipo de lixo tende a ser temporário. Como lixo com baixo grau de radioatividade varia desde materiais pouco radioativos — como sapatos de proteção contaminados — até material como paredes de reatores tornadas radioativas pela exposição a nêutrons, métodos de armazenamento e tempo de desintegração variam muito.

  3. 3

    Quando resíduos suficientes forem acumulados no local, eles podem ser transportados para uma das três instalações de descarte de lixo de baixo grau nos Estados Unidos, onde são enterrados em cofres, fossos ou depósitos geológicos.

Dicas & Advertências

  • A diferença entre o armazenamento de lixo altamente radioativo com uma meia-vida curta e de elementos pouco radioativos com uma longa meia-vida é que esse é armazenado de forma que possa ser movido com facilidade, enquanto aquele provavelmente será enterrado.
  • Do ponto de vista da segurança, isso pode não parecer muito inteligente, mas a acessibilidade é desejável para o caso de ser aberto um depósito geológico central ou de avanços no processo de reciclagem e transformação.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível