Desvantagens de salas de aula e escolas exclusivas para a educação especial

Escrito por jaime golden | Traduzido por andressa v. da nobrega
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Desvantagens de salas de aula e escolas exclusivas para a educação especial
Escolas e classes especiais podem ser desvantajosas para estudantes com alguma deficiência (Jupiterimages/Goodshoot/Getty Images)

O Governo Federal dos Estados Unidos aprovou uma lei em 1975, o Ato sobre a Educação das Pessoas com Deficiência, para assegurar que estudantes com necessidades especiais tivessem acesso à educação na escola pública de seu bairro. Estes estudantes podem ter aulas em classes especiais, classes comuns ou em escolas especiais. Existem vantagens e desvantagens em relação a classes e escolas de educação especial, com vários opositores argumentando que as desvantagens são maiores que quaisquer bons resultados obtidos.

Outras pessoas estão lendo

Rótulos

Rotular um aluno como "especial" pode causar uma estigmatização por parte de professores, colegas e pais. As pessoas podem passar a não esperar muito destes alunos, os professores podem passar a tratá-los de forma diferente, os colegas podem zombar deles e pode ser difícil remover o rótulo. Os alunos também podem sentir dificuldades por ficar de fora das atividades em grupo, perdendo eventos escolares como assembleias e excursões. Isto ajuda a criar um senso de estigma no aluno, já que ele não pode participar de maneira completa nas atividades de sua escola ou pode ser que frequente uma escola diferente da de seus irmãos. Quanto mais um aluno com necessidades especiais é separado da sociedade, mais ele se sente incapaz.

Relocação

A maioria das escolas de educação especial não se localiza no bairro da criança ou proximidades. Isto significa que o aluno precisará ir de ônibus ou ser levado de carro por seus pais até lá. Pode ser que a distância seja curta, mas se a escola ficar do outro lado da cidade isto pode ser um grande inconveniente para toda a família. Algumas famílias podem precisar se mudar para outro bairro para que seu filho possa frequentar a escola especial.

Falta de modelos e limitada interação social

Escolas criadas para estudantes com necessidades especiais podem não ter nenhuma atividade tradicional de nível mais complexo. Isto pode tornar difícil para o estudante com deficiência observar ou ter como modelo o comportamento de seus colegas. Se uma sala de aula ou escola tem apenas estudantes com atrasos ou deficiências, pode não haver oportunidade para o aluno aprender como interagir com crianças que não têm necessidades especiais. Crianças com deficiência não aprenderão a interagir de maneira socialmente aceitável, uma vez que todos os alunos na sala de aula ou escola também terão dificuldades sociais.

Ausência de atividades eletivas e extracurriculares

Alunos de escolas especiais geralmente não têm a oportunidade de participar em cursos eletivos, já que o foco da educação especial é dar aos alunos habilidades básicas em vez de conhecimento especializado. Geralmente, estas crianças não têm a oportunidade de frequentar aulas de arte, música ou dança, como outros estudantes em aulas e escolas tradicionais. Escolas de educação especial geralmente não oferecem atividades extracurriculares, como grêmios estudantis ou esportes. Isto dificulta para o aluno aprender sobre como trabalhar em equipe e sobre competição, e diminui uma oportunidade sadia de socializar com outras crianças.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível