Mais
×

Como diagnosticar coágulos maiores de sangue na menstruação

Atualizado em 21 novembro, 2016

A menstruação é um derramamento mensal do revestimento do útero da mulher. Ela ocorre quando um óvulo não fertilizado vai até o útero. Uma vez que ele chega lá, começa a se desintegrar. Como resultado, o revestimento do útero fica espesso e derrama durante o período menstrual. O sangramento é um aspecto natural da menstruação, assim como é a liberação de pequenos coágulos de sangue. No entanto, se você começar a ter menstruações mais pesadas ​​acompanhadas por grandes coágulos de sangue, procure atendimento médico.

Instruções

O sangramento é um aspecto natural da menstruação (Tom Le Goff/Digital Vision/Getty Images)

    Diagnóstico

  1. Observe a gravidade de seus ciclos menstruais. Seu fluxo está mais pesado do que o normal, o suficiente para ter de trocar o absorvente a cada hora? Isso pode ser um sinal de menorragia, que é o sangramento menstrual intenso.

  2. Verifique o tamanho de seus coágulos quando for usar o banheiro. Os coágulos menores que uma moeda são normais durante a menstruação. Se começar a sair maiores do que 2 cm ou maiores do que o tamanho de uma bola de golfe, isto não é normal.

  3. Consulte um ginecologista imediatamente se começar a desenvolver coágulos grandes em tamanho. Segundo o site Mayo Clinic, as condições, como a menorragia, podem resultar em anemia por deficiência de ferro e você precisará de tratamento. Os coágulos grandes também podem indicar outras doenças graves.

  4. Marque em um diário quantas vezes você expele coágulos sanguíneos, quais são seus tamanhos e quantas vezes precisa trocar de absorventes. Leve essas informações para seu ginecologista para ajudá-lo a avaliar a causa de sua condição.

  5. Realize exames de sangue e outros procedimentos recomendados pelo ginecologista para determinar se você está sofrendo de um distúrbio menstrual, como anemia por deficiência de ferro ou de tumores não cancerosos chamados de miomas.

Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article