Mais
×

Dieta para ajudar a combater a pancreatite e o refluxo ácido em cães

Atualizado em 17 abril, 2017

A pancreatite e o refluxo ácido são doenças que causam muito desconforto em cachorros. A pancreatite pode causar vômitos graves, diarreia e fraqueza. O refluxo ácido costuma resultar de vômitos crônicos, mas também pode causar regurgitação. As dietas com pouca gordura ajudam a lidar e reduzir os efeitos tanto da pancreatite quanto do refluxo ácido.

Dieta para pancreatite

A pancreatite é a inflamação do pâncreas, o que pode ocorrer repentinamente. Quando ele fica inflamado, produz enzimas que fazem com que ele se digira. A causa não é conhecida, mas acredita-se que seja decorrente de doenças no fígado, alimentação rica em gorduras, obesidade e infecção. Os cães que são diagnosticados com pancreatite são internados em um hospital veterinário e recebem fluidos intravenosos. Comida e água são vetadas no início para que o pâncreas possa descansar. Quando o cão passar mais de 24 horas sem vomitar, inicia-se uma dieta suave, com pouca gordura. Como acredita-se que a pancreatite seja causada por alimentos gordurosos, além de costumar ocorrer depois de o cachorro ter virado uma lata de lixo, é importante alimentá-lo com pouca gordura. Além de ajudá-lo a manter o peso, isso ajudará a não sobrecarregar o pâncreas. Alguns cães têm pancreatite uma vez só na vida, enquanto outros sofrem com isso constantemente. Portanto, para evitar a recorrência, você pode alimentá-lo apenas com comidas com pouca gordura para o resto da vida. Dê ao cachorro arroz cozido com queijo cottage ou peito de frango sem osso e sem pele. Essa refeição tem pouca gordura e é facilmente digerida, podendo ser administrada se ele estiver se recuperando da pancreatite. Se quiser mantê-lo em uma dieta de alimentos caseiros, fale com seu veterinário sobre os suplementos dos quais ele precisará para ter uma dieta balanceada.

Dieta para refluxo ácido

O refluxo ácido, também chamado de refluxo gastroesofágico, é um transtorno no qual os fluidos intestinais ou gástricos voltam para o esôfago. Essa doença costuma ser causada por vômitos crônicos ou fraqueza no esfíncter do músculo esofágico inferior. Em casos extremos, os cães são hospitalizados e precisam ser alimentados por meio de cateteres ou tubos estomacais. Casos mais leves podem ser tratados com medicação e dieta. Os cães que sofrerem com esse problema devem ser receber dietas com pouca gordura em quantidades pequenas, porém frequentes. Evite alimentá-lo à noite, pois isso pode diminuir a pressão no esfíncter gastroesofágico quando o cão dormir, o que contribui para o refluxo. Por vezes, a dieta administrada para cães com pancreatite é a mesma para aqueles com refluxo. Ajudar a tratar dessas doenças com a dieta aliviará o desconforto sentido e evitará futuras ocorrências da doença.

Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article