Dieta de carne crua para evitar cálculos urinários em cães

Escrito por jelena woehr | Traduzido por giovana moretti
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Dieta de carne crua para evitar cálculos urinários em cães
Cães com urina alcalina são mais propensos a terem cálculos estruvitas (Chris Amaral/Photodisc/Getty Images)

Cálculos na urina de cães podem ser dolorosos e difíceis de tratar. Há dois tipos de cálculos: os estruvitas e os oxalatos. Os cálculos oxalatos são geralmente tratados cirurgicamente, enquanto os estruvitas podem ser prevenidos ou dissolvidos com o uso de uma dieta ácida de carne crua. Isso evita que a urina do cão se torne alcalina, ou faz com que ela deixe de ser alcalina e volte ao seu estado natural. Cães com urina alcalina têm maiores riscos de ter cálculos estruvitas.

Outras pessoas estão lendo

Por que os cálculos estruvitas se formam

Os cálculos estruvitas são feitos de fosfato de amônio magnésio. Frequentemente, eles se formam devido a uma infecção da bexiga, que muitas vezes é influenciada por má nutrição. As bactérias aumentam o nível de pH da urina do cão, fazendo com que o magnésio, o amônio ou o fosfato se apresentem na urina para reagir a ele e formar os cálculos.

Há também um componente genético responsável pela formação de cálculos. Algumas raças, incluindo os dálmatas, têm maiores riscos de formá-los.

Em todo caso, uma dieta pobre pode contribuir para os cálculos estruvitas na urina. Proteínas de má qualidade que são difíceis de digerir tensionam o sistema urinário, forçando os rins e a bexiga a liberararem restos nutricionais excessivos. Alimentos alcalinos que promovem a alcalinidade da urina também ajudam a causar estes cálculos. Além disso, dietas com excesso de magnésio adicionado a alimentos processados podem aumentar a probabilidade de formação de cálculos.

Prevenindo os cálculos estruvitas com uma dieta de carne crua

Uma dieta de carne crua não pode mudar a genética do seu cão ou eliminar as bactérias urinárias, mas pode eliminar as causas nutricionais dos cálculos estruvitas. Alimentá-lo com produtos ácidos de carne crua vai prevenir que os alimentos alcalinos processados afetem o pH urinário. O sistema digestivo de um cão é desenvolvido para uma dieta primariamente de carne crua com uma pequena quantidade de vegetais. Alimentá-lo com essa dieta natural evita o excesso de resíduos e o stress dos sistemas digestivo e urinário.

Para prevenir os cálculos estruvitas, foque a alimentação do animal em frango, carne bovina, carne suína e frutos do mar. Ingredientes que não contenham carne e que possam ser incluídos numa dieta crua para evitar os cálculos estruvitas são os ovos, requeijão, arroz, iogurte, feijão e algumas nozes. Lembre-se: a vasta maioria numa dieta crua de um cão deve ser a carne, os ossos e os órgãos. Ingredientes que não contenham carne devem ser considerados extras e dados ao cão junto com a carne.

O suco de oxicoco também pode ser incluído numa dieta desenvolvida para prevenir os cálculos estruvitas. Evite marcas que agreguem grandes quantidades de açúcar, que pode ser mais prejudicial à saúde de um cão que simplesmente não tomar suco de oxicoco. Os cães não devem consumir açúcares processados.

Avisos

Se seu cão demonstrar sintomas de cálculos urinários, não tente tratar a condição apenas com mudanças na dieta. Um veterinário terá que colher a urina para verificar as bactérias e receitar um antibiótico para matar as que estão presentes. Somente depois de ter resolvido uma infecção de bexiga é que a dieta de carne crua pode ser iniciada, prevenindo ativamente a formação de mais cálculos.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível