Dietas para mulheres com mais de 50 anos na menopausa

Escrito por ts jordan | Traduzido por mariana silva gray
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Dietas para mulheres com mais de 50 anos na menopausa
Os sintomas da menopausa podem ser amenizados com uma dieta saudável (Hemera Technologies/AbleStock.com/Getty Images)

De acordo com o site médico Medline Plus, a menopausa traz consigo uma variedade de sintomas não bem vindos e efeitos colaterais como ondas de calor, ganho de peso, palpitações no coração e dificuldade em dormir. Apesar desses sintomas não serem totalmente inevitáveis, eles podem ser minimizados através da aderência a uma dieta saudável, ajudando o corpo a cooperar com as mudanças da menopausa o mais simples possível.

Outras pessoas estão lendo

Teoria da dieta da menopausa

Entenda o básico da teoria da dieta da menopausa para entender melhor como implementar uma dieta para combater os sintomas da menopausa. De acordo com o site Epigee.org, um site de saúde para mulheres, o objetivo da dieta da menopausa é se alimentar tão saudável e equilibradamente quanto possível, deixando seu corpo em uma ótima condição para "sobreviver" aos rigores da menopausa. Isso pode ser conquistado consumindo pelo menos três refeições principais durante o dia, em conjunto com vários lanches menores. Cada refeição ou lanche deve ser saudável, com o objetivo de consumir a maior quantidade de itens saudáveis possível e ao mesmo tempo evitar alimentos processados, farinhas e itens refinados, açúcar em excesso e álcool.

Conselhos da dieta da menopausa

Consuma uma dieta que seja natural, com fontes de alimentos que mantenham seu estado original como verduras e legumes frescos, frutas e fontes de proteína magra como carne vermelha magra, frango, peixe e peru. Adicionalmente, prefira consumir alimentos que são conhecidos por minimizar os sintomas da menopausa. Para evitar ondas de calor, fique longe de comidas apimentadas, álcool, refrigerantes e alimentos processados e, ao mesmo tempo. beba pelo menos oito copos de água por dia e coma alimentos ricos em fitoestrogênios como feijão, maçã, cenoura, batata e produtos de soja. Aumentar o consumo de grãos integrais podem ajudar a equilibrar as mudanças no humor por aumentar a produção natural de serotonina de seu corpo. Por último, o ganho de peso pode ser controlado, em parte, pelo aumento do consumo de gorduras saudáveis insaturadas (como óleo de peixe, azeite de oliva e óleo de canola) e também por um menor consumo de gorduras saturadas de carne vermelha. Suplemente sua dieta com cápsulas de óleo de peixe com ômega-3 -- 5 a 10 g por dia podem ajudar a reduzir o risco de problemas cardíacos. Não se esqueça de consumir entre 1200 a 1500 mg de cálcio diariamente para evitar a possibilidade de osteoporose.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível