A diferença entre um pardal e um estorninho

Escrito por kris borinski | Traduzido por erika f curto
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
A diferença entre um pardal e um estorninho
Estorninhos são duas vezes maiores que os pardais e ambos são espécies invasoras, importadas da Europa em 1800 (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Vá lá fora e olhe para cima. Provavelmente, verá ao menos uma ave, mas provavelmente haverão várias, todas com diferentes cores, tamanhos e formas. Agora, o desafio está em identificar as várias espécies de aves. As aves comuns, como estorninhos e pardais, são fáceis de encontrar assim que começar a conhecer as diferenças entre estas duas espécies, e esta é uma boa maneira de aprender a identificar outros pássaros.

Outras pessoas estão lendo

Estorninhos

Estorninhos são aves encorpadas, com um rabo curto, grosso e quadrado e asas longas. Acredita-se que mais de 200 milhões de estorninhos vivem na América do Norte e são conhecidos como estorninhos europeus. Os adultos são principalmente pretos, com detalhes em verde e azul ou roxo, que refletem sob a luz. No inverno, eles desenvolvem manchas brancas brilhantes. O estorninho jovem tem uma cor opaca, castanho-acinzentada. Eles têm bicos amarelos pontiagudos, pernas longas e cabeças grandes, em proporção aos seus corpos.

Os estorninhos são um membro da família Sturnidae. Possuem de 20 cm a 22,5 cm de comprimento, com uma envergadura de 30 cm a 37,5 cm. Seus sons de chamado soam estridentes ou roucos e podem imitar os sons de outras aves.

Habitat

Os estorninhos vivem em qualquer lugar, de cidades a fazendas, e viajam em grandes bandos, comendo semente do chão, ganhando uma reputação de praga entre os agricultores. Eles também comem frutas, insetos e alimentos descartados pelos seres humanos. Podem ser agressivo, muitas vezes expulsando outras aves de locais de nidificação, para fazer seu próprio ninho e colocar de 4 a 8 ovos azuis claros ou verdes.

História

O estorninho europeu foi introduzido na América do Norte no século XIX, a partir da Inglaterra. Ele está por todo o território continental dos Estados Unidos e do Canadá. Os estorninhos não migram, então podem ser vistos em comedouras de aves durante todo o ano. Outras espécies de estorninhos são encontradas na Europa, nas Américas e na Ásia.

Pardais

Os pardais são menores do que os estorninhos, tendo de 12,5 cm a 15 cm de comprimento, com uma envergadura de 25 cm. As asas são arredondadas e a cauda é em forma de leque. Sua cor é marrom ou cinza, muitas vezes com a barriga cinza-claros. Suas cabeças têm tiras pretas ou marrom-avermelhadas e as asas são listradas, também em branco, cinza ou preto. O bico é curto e forte e de cor clara.

Os pardais são membros da família Passeridae. Há centenas de diferentes tipos de pardais, mas o mais comum é o pardal doméstico. O pardal doméstico macho é cinza com listras marrons e pretas em suas asas e um gorro preto na cabeça. As fêmeas e os pardais jovens são em maioria cinzas e marrons, sem o gorro preto. O chamado do pardal é uma série de ruídos e sons, como "pio pio pio".

Habitat

Os pardais vivem em todos os diferentes tipos de habitats, de cidades a campos. Eles se alimentam no solo e saltam de local para local, enquanto estão no chão. Os pardais comem sementes, insetos e frutas.

Eles gostam de construir ninhos em caixas feitas pelo homem, de ninhos artificiais, ou uma cavidade natural de uma árvore e colocam de 3 a 7 ovos azuis ou verdes.

História

O pardal doméstico também foi introduzido na América do Norte pela Europa na metade do século XIX. Eles vivem do Alaska até a América Central e sul da América do Sul. Espécies diferentes de pardal são encontradas em praticamente todos os lugares, exceto na Antártida. O número de indivíduos chega na casa das centenas de milhões.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível