Como diferenciar uma réplica ruim de Rolex de uma réplica boa

Escrito por sherry mao | Traduzido por marina pastore
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como diferenciar uma réplica ruim de Rolex de uma réplica boa
Como distinguir uma boa réplica de Rolex de uma cópia mal feita (Watch image by JASON WINTER from Fotolia.com)

Relógios Rolex são um símbolo de estilo, luxo e sucesso. Com o aumento na reprodução de originais, é importante distinguir entre um relógio autêntico, uma boa réplica e uma cópia ruim. Há alguns troques que podem ajudá-lo a perceber tanto as diferenças óbvias quanto as mais sutis. Algumas imitações são farsas dolorosamente óbvias, enquanto outras são capazes de enganar até os especialistas.

Nível de dificuldade:
Moderadamente fácil

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Lupa
  • Toalha molhada

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Segure o relógio e sinta seu peso. Uma boa réplica, em comparação a outros relógios, deve parecer resistente e mais pesada, porque é feita de metais valiosos, como aço ou ouro. Uma réplica ruim muitas vezes parece barata, grosseira e leve.

  2. 2

    Examine a pulseira do relógio. Os elos nas pulseiras de réplicas mal feitas podem ser ocos. Além disso, cada elo em uma réplica ruim será preso aos outros por pinos, e não por parafusos.

  3. 3

    Deslize o dedo pela pulseira do relógio. Uma boa réplica terá linhas e bordas lisas, sem arestas cortantes ou ásperas.

  4. 4

    Examine o visor do relógio com uma lupa. Réplicas mal feitas usam um pedaço de vidro barato, cuja superfície pode apresentar riscos, em vez de usar um cristal de safira de verdade, que é resistente a riscos e é mais durável.

  5. 5

    Bata levemente no visor do relógio. O som é diferente quando se bate num visor de vidro em comparação a um cristal de safira.

  6. 6

    Esfregue um pouco de água pelo visor do relógio com uma toalha. Água sobre um cristal de safira tende a formar gotas por conta da superfície excepcionalmente lisa. Se o relógio tiver um visor de vidro, a água não fará isso.

  7. 7

    Observe o movimento do segundo ponteiro usando uma lupa. Ele deve se mover suave e continuamente, varrendo o visor do relógio em vez de ter pequenos avanços interrompidos.

  8. 8

    Localize a lente de aumento Cyclops, também conhecida como bolha de data. Em uma réplica mal feita, a lente Cyclops é geralmente feita de vidro e aumenta 1,5 vezes em vez de 2,5 vezes.

  9. 9

    Vire o relógio para olhar a parte de trás. Não deve haver gravações ou logos no verso e o relógio não deve ter um fundo transparente.

  10. 10

    Procure o adesivo holográfico na parte de trás. Uma boa réplica deve ter um holograma 3D adesivo codificado da coroa do Rolex, que muda quando visto de ângulos diferentes, e não um adesivo que não seja um holograma ou não se modifique quando inclinado.

  11. 11

    Destaque a pulseira e olhe para o lado do relógio. Deve haver números de série e de referência nos elos. Se esses números estiverem faltando, se estiverem gravados com bordas irregulares ou se tiverem uma aparência granulada, trata-se de uma réplica ruim.

Dicas & Advertências

  • Se o relógio vier em uma sacola de plástico, provavelmente é uma réplica ruim.
  • Preste atenção à precisão dos detalhes do relógio. Se houver erros de ortografia, como "Rollex" ou outros, pode ser uma réplica mal feita.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível