Como diminuir os níveis de amônia em aquários

Escrito por david stewart | Traduzido por eduardo horst maidana
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como diminuir os níveis de amônia em aquários
A amônia pode causar danos aos peixes em aquários (Visage/Stockbyte/Getty Images)

Níveis grandes de amônia são comuns em aquários novos, nos quais os níveis de bactérias não são suficientemente altos para converter a amônia em nitrato. Ao longo do tempo, a carga bacteriana se estabelece e os níveis de amônia tendem a se tornarem baixos e estáveis. Contudo, é importante monitorar continuamente os níveis dessa substância devido ao dano causado às guelras, dificultando a respiração e o balanço ácido-base dos peixes. Se os níveis de amônia não forem diminuídos imediatamente, eles levam a danos à pele, intestinos, rins, sistema nervoso e sistema imune dos peixes, tornando-os mais susceptíveis a infecções.

Nível de dificuldade:
Desafiante

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Kit para teste de nível de amônia
  • Água de osmose reversa ou destilada
  • Aditivos e enzimas bacterianas

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Use um kit para teste de amônia para detectar os níveis dessa substância no seu aquário. Níveis maiores que uma parte por milhão (ppm) requerem ação imediata.

  2. 2

    Inspecione visualmente o aquário procurando por sinais de plantas mortas ou em decomposição e remova-as. Conte o número de peixes no aquário para certificar-se de que não há nenhum morto. Se você notar alguma discrepância, cheque se algum peixe está morto entre as plantas ou embaixo das pedras do aquário, e então remova a carcaça. Peixes e plantas em decomposição emitem amônia.

  3. 3

    Compre água tratada por osmose reversa ou destilada no pet shop. Meça a temperatura da água do seu aquário usando um termômetro. Aqueça a água que você comprou à mesma temperatura da do aquário. Adicione a água nova ao tanque na proporção de aproximadamente 30% a 40% da quantidade existente de no aquário. Isso dilui imediatamente os níveis de amônia.

  4. 4

    Verifique os níveis de amônia novamente com o kit de teste. Se não houve diminuição significativa dos níveis, suspenda a alimentação dos peixes por um ou dois dias até que o nível de amônia caia. Comida não consumida no tanque leva a formação de amônia e contribui para os aumentos no nível. Aspire o cascalho do fundo do aquário para remover os restos de comida. Reinicie a alimentação dos peixes quando a quantidade de amônia permanecer constante abaixo de 1 ppm.

  5. 5

    Adicione produtos enzimáticos e bactérias nitrificantes, como o Bacter-Plus e Fritz-Zyme, no aquário. Isso ajuda a aumentar a população de bactérias que convertem a amônia prejudicial em nitrito e sais de nitratos inofensivos.

  6. 6

    Limpe os filtros do aquário, mas evite limpar o filtro biológico. Ele contém as colônias de bactérias essenciais para converter a amônia em nitrato. Limpar o filtro biológico destrói essas colônias e aumenta os níveis de amônia.

  7. 7

    Transfira alguns dos peixes para outro aquário para manter a população abaixo do nível manejável. Excesso de peixes em um aquário significa aumento da produção de resíduos, que excedem a capacidade de desintoxicação das bactérias do aquário.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível