Como reduzir a alcalinidade da água do aquário

Escrito por s.f. heron | Traduzido por dalete queiroz
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como reduzir a alcalinidade da água do aquário
O pH influencia na saúde dos seus peixes (Stockbyte/Stockbyte/Getty Images)

Criar o perfeito equilíbrio das substâncias químicas em seu aquário contribui para a saúde dos seus peixes. Dentro da comunidade do seu tanque existe um complicado ciclo afetado por cada ação dos animais. O filtro, decorações, plantas e os tipos de peixe podem estabelecer ou quebrar o equilíbrio químico em seu aquário. A alta alcalinidade provém da incapacidade de se obter um pH constante ao longo do tempo. A alcalinidade mede a capacidade das substâncias químicas na água neutralizarem o ácido sem mudar todo o pH da água. Essa mudança é chamada de capacidade tampão. Reduzir a alcalinidade da água do aquário ajudará a prevenir a morte dos peixes e estabilizará seu tanque para a saúde de seus animais.

Nível de dificuldade:
Moderadamente desafiante

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Condicionador de água para aquário
  • Kit de teste de pH

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Teste a alcalinidade do seu tanque usando o kit de teste de pH. Estabeleça sua base de referência quando seu tanque necessitar de uma troca de água. Teste novamente depois do ciclo total do filtro, algumas horas depois da troca de água. Além disso, também teste a água da torneira para medir a alcalinidade.

  2. 2

    Entenda que a alcalinidade é refletida em um alcance alto de pH, entre 7,4 a 8,4. A habilidade do seu tanque em controlar os resultados de alcalinidade de um sistema de filtração biológica é o que cria um equilíbrio de substâncias químicas no aquário. A baixa alcalinidade impede esse sistema biológico natural de filtração que consome resíduos de peixe, excesso de comida e algas.

  3. 3

    Faça regulares trocas de água em seu tanque. Desligue seu filtro e o aquecedor (15 minutos antes para permitir o resfriamento) antes da troca de água. Remova um terço da água do aquário e substitua por água da torneira fresca e tratada. Isso melhora totalmente o complexo químico do seu tanque e é mais rápido do que qualquer outro método de tratamento. Faça com que essa água seja trocada a cada semana. Limpe os filtros e inclua cartuchos de carvão ativado pelo menos a cada troca de água.

  4. 4

    Não alimente excessivamente seu peixe. O excesso de comida se deposita no fundo do tanque e perturba o equilíbrio do ciclo do nitrogênio. Alimente-o apenas com o que seu peixe comerá em um ou dois minutos.

  5. 5

    Monitore a saúde do seu peixe de perto e limite o número de animais em seu tanque. Como regra geral, preencha o tanque com 2 cm de peixe por 4 litros de água. Acumular e alimentar excessivamente são as principais causas da morte dos peixes e aquários instáveis com alta alcalinidade.

  6. 6

    Mantenha um estável nível de alcalinidade e pH para o tipo de peixe no seu tanque. Em geral, a variação do pH entre 7,0 e 8,0 é ideal, embora algumas espécies necessitem de pHs muito mais baixos. Certifique-se de que seu peixe pode suportar pHs mais altos. Verifique recursos adicionais para níveis recomendados de pH para vários tipos de peixes.

  7. 7

    Faça qualquer mudança para níveis de alcalinidade em seu tanque de forma lenta. Os peixes necessitam de um ambiente muito estável, então baixar o pH rapidamente matará seus peixes. Abaixe o pH por não mais do que 0,2 durante o período de 24 horas, para evitar que seus peixes entrem em estado de choque.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível