Doenças das glândulas salivares caninas

Escrito por ken burnside | Traduzido por fernanda de assis
Doenças das glândulas salivares caninas
Cachorros têm várias glândulas salivares que podem ficar infeccionadas (chow chow breed dog image by nextrecord from Fotolia.com)

Os cães têm quatro glândulas salivares - duas sob a língua e duas na base da mandíbula (gatos têm o mesmo número e posicionamento). Às vezes, essas glândulas sofrem trauma de uma lesão ou ficam infeccionadas, e os sintomas incluem salivação excessiva ou o desenvolvimento de algo que se parece com um bócio sob a mandíbula do cão, uma área inchada que parece um balão de água.

Cistos salivares

Esses tipos de infecções são causados por parasitas e bactérias e são mais comuns nas glândulas salivares sob a mandíbula. O resultado habitual é que haja uma infecção imperceptível que faz com que o tecido ao redor da glândula inche e eventualmente se rompa, fazendo com que a saliva se acumule atrás do pescoço.

Infecção bacteriana

Ainda que as glândulas salivares sejam altamente resistentes a bactérias (uma das funções da saliva é limpar as bactérias e amaciar o alimento a ser consumido), elas podem ficar infectadas. O número e os tipos de infecções bacterianas das glândulas salivares caninas são bastante extensos, sendo infecções por estafilococos o resultado mais provável.

Doenças autoimunes

Em cães mais velhos, a causa mais comum de problemas nas glândulas salivares não é a infecção por agentes externos, mas sim uma resposta autoimune, em que o próprio sistema imunológico do animal ataca as glândulas salivares. Os sintomas incluem inchaço sob a mandíbula e 'boca seca'.

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível