Os efeitos de temperaturas externas sobre o metabolismo de um rato

Escrito por melanie jo triebel | Traduzido por aline fernandes
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Os efeitos de temperaturas externas sobre o metabolismo de um rato
Os ratos são comuns em quase todos os ambientes (NA/AbleStock.com/Getty Images)

Embora o termo "rato" costume ser utilizado de forma geral, existem, na verdade, diversas espécies de ratos por todo o mundo. Cada uma dessas espécies possui sua própria taxa metabólica e suas próprias reações únicas à temperatura e às mudanças da mesma. Quando se trata dos efeitos de temperaturas externas sobre o metabolismo, no entanto, cada espécie de rato, assim como outros roedores, segue o mesmo padrão.

Outras pessoas estão lendo

Metabolismo

O metabolismo é a taxa de atividade em um organismo. O metabolismo, ou a taxa metabólica, de um organismo é a soma total de todos os processos em seu corpo, tanto físicos (os batimentos cardíacos, por exemplo) quanto químicos. O metabolismo inclui o processamento de combustível, a formação de excremento e a criação e o consumo de energia.

Uso de oxigênio

A atividade metabólica, ou o metabolismo, pode ser medida ao analisar a taxa de consumo de oxigênio de um organismo. Quanto mais alta for a taxa de consumo, mais alta será a taxa metabólica atual do organismo.

Temperaturas frias

Quando a temperatura externa está mais fria (baixa), o metabolismo do rato aumenta. O rato então consome oxigênio em uma taxa mais alta, gerando mais calor internamente para manter a temperatura corporal. A definição de uma temperatura "fria", no entanto, varia de acordo com a espécie do rato. Por exemplo, para o rato-de-telhado (Rattus rattus), as temperaturas frias são aquelas abaixo de 30 graus Celsius. Esse ponto médio, e as temperaturas imediatamente próximas ao mesmo, é a zona de neutralidade térmica e de metabolismo basal da espécie.

Temperaturas quentes

Para temperaturas acima da zona de neutralidade térmica e de metabolismo basal de uma espécie de rato, o metabolismo aumenta pouco a pouco novamente conforme a temperatura esquenta. Nessas temperaturas mais quentes, o uso de oxigênio cresce de novo e o metabolismo aumenta conforme o rato se esforça para manter a sua temperatura corporal baixa.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível