Como as eletroválvulas de solenoide EGR funcionam

Escrito por don bowman | Traduzido por rodrigo castilhos
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como as eletroválvulas de solenoide EGR funcionam
Entenda o funcionamento da eletroválvula de solenoide EGR do seu carro (Interrogation image by Julien Gremillot from Fotolia.com)

Outras pessoas estão lendo

EGR (Recirculação de Gases de Escape)

A EGR é um dispositivo de recirculação de gases de escape usado com o propósito de diminuir as emissões. O propósito da EGR é permitir que uma certa quantidade de gases retorne e se misture com o combustível dentro dos cilindros a uma velocidade constante. Isto ajuda a esfriar os cilindros, permitindo um grau de avanço de ignição maior para queimar mais combustível. Isto deixa o motor mais eficiente. Sem a RGE, o tempo do avanço de ignição seria tão atrasado que não ocorreria a explosão.

Interruptor de solenoide

Ao aumentar o tempo de ignição e permitir que o combustível tenha mais tempo para queimar, diminui a quantidade de combustível sem queimar que alcança o conversor catalítico, causando assim, menos emissões. O EGR não pode funcionar de forma inativa ou ociosa, ou causa uma perda de potência do motor ou para. Supõe-se que se deve trabalhar a uma constante de 2.000 RPM. Consegue-se isto através de uma válvula solenoide de controle EGR. Esta válvula pode ser um interruptor de ligar-desligar, ou pode ser um tipo de duração de pulso modulada. Outros tipos tem uma bateria a mais ao lado, e o computador opera a solenoide através de um aterramento do outro lado quando se quer ligar a EGR.

Monitoramento do EGR

A EGR tem quatro cabos, três dos quais são para o computador, de modo que não apenas alimenta a válvula, mas também monitora a sua posição. Algumas EGR utilizam um trio de monitores na parte superior para controlar e operar eletronicamente a EGR sem precisar utilizar a válvula solenoide.

Revisão da EGR

A EGR é propensa a ficar coberta com carbono após um período de tempo e deve ser inspecionada casou houver uma parada repentina. Ela pode estar bloqueada ou presa. Antes de removê-la para uma inspeção, limpeza ou substituição, verifique se está criando um vácuo (ou algo desse tipo) e que o diafragma de borracha no seu interior não está vazando, causando um vazamento do vácuo. Verifique a EGR apertando o diafragma com os dedos e observando se ela se move.

Não perca

Referências

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível