Mais
×

Como "enganar" o cérebro para comer menos

Getty Images

Introdução

Quer parar de boicotar a sua dieta? Muitas vezes, fazemos isso sem perceber e todo o esforço para perder peso ou ao menos manter o corpo em dia vai por água abaixo quando você nota que o ponteiro da balança está subindo. Há maneiras de "enganar" seu cérebro para comer menos e, o melhor, sem sentir fome ao longo do dia. Siga as dicas e mantenha uma dieta equilibrada e saudável. O essencial é comer alimentos importantes para o bom funcionamento do seu organismo. Lembre-se ainda de que praticar exercícios físicos é fundamental para manter a sua saúde e controlar o peso.

Getty Images

Fuja do açúcar

Todo mundo sabe que comer muito doce e alimentos ricos em açúcar refinado engorda. O açúcar é digerido rapidamente e, com isso, seu corpo logo envia ao seu cérebro a mensagem de que está com fome novamente e que você precisa comer. Então, dê preferência às fibras na hora da sobremesa ou no lanche da tarde. Alimentos ricos em fibras demoram mais para ser digeridos e garantem a sensação de saciedade por mais tempo. Após uma refeição ou no lanche, prefira a goiaba branca, o caqui chocolate ou uma vitamina com aveia, todos ricos em fibras.

Getty Images

Evite as massas

Não é apenas o açúcar refinado que aumenta a sua sensação de fome. O açúcar das frutas, a frutose, também dá essa sensação ao comer uma fruta ou tomar um suco natural. Nas principais refeições, isso também acontece ao comer alimentos ricos em carboidratos, como uma macarronada ou uma pizza. Para garantir mais tempo sem fome e "enganar" o seu cérebro, invista nas fibras presentes nas saladas e legumes, além de comer proteína. De digestão mais lenta, estes alimentos vão fazer você comer menos. Entre os alimentos com baixa concentração de açúcar, estão brócolis, berinjela e abobrinha.

Getty Images

Faça exercícios

O exercício físico é saudável e queima calorias. Mas é importante estabelecer o exercício, seja uma caminhada ou aulas de musculação e pilates, como uma fonte de prazer. Muitas pessoas comem de forma exagerada porque a comida é uma fonte de prazer, e os exercícios também podem oferecer essa sensação e contribuir para sua qualidade de vida. Além disso, ao se exercitar, seu corpo utiliza a gordura armazenada para dar energia e sua fome diminui, especialmente depois do treino. Outro benefício é a maior força de vontade para resistir uma barra de chocolate. Basta lembrar do esforço na academia para dizer não a um petisco calórico fora de hora.

Getty Images

Coma devagar

A refeição precisa ser um momento de sossego. Se você come enquanto faz outras atividades ou está sob estresse, a tendência é que você coma mais, já que não estará prestando a menor atenção à refeição. Portanto, sente-se tranquilamente para se alimentar, sem pressa. Mastigue os alimentos com calma e várias vezes. O cérebro precisa de tempo para perceber que o organismo já recebeu o alimento de que necessitava. Se você comer muito rápido, não dará ao seu cérebro o tempo para ele dizer que já está satisfeito. É importante também saborear bem os alimentos e não fazer da refeição uma atividade automática.

Getty Images

Fracione as refeições

Não fique muito tempo sem comer. Ao chegar à mesa morto de fome, a chance de comer mais é bem maior. Fracione suas refeições e procure comer a cada três horas, dando preferência sempre aos alimentos mais saudáveis e que dão uma sensação de saciedade por um período maior. Em vez de pães de sal, dê preferência a pães integrais no café da manhã. No meio da manhã e à tarde, coma uma fruta rica em fibras. No almoço, fuja das massas e coma uma proteína e fibras para ter maior sensação de saciedade. À noite, fuja dos alimentos pesados e ricos em carboidratos.

Getty Images

Prefira as fibras

Comer fibras em todas as suas refeições é uma ótima tática para comer menos. Os alimentos ricos em fibras levam mais tempo para serem digeridos e, com isso, você fica saciado por mais tempo. Aposte em legumes como brócolis e abobrinha. Prefira pães e massas integrais e acrescente aveia e granola à sua dieta, que também saciarão o seu estômago por mais tempo. Além de garantir a sensação de estar satisfeito, as fibras regulam o funcionamento do seu intestino, evitando a sensação de incômodo e inchaço do intestino preguiçoso.

Getty Images

Coma em um prato pequeno

Para comer menos, uma dica é muito simples: basta colocar porções pequenas no seu prato. Mas se seu prato é enorme e você coloca aquele pouquinho de arroz integral, uma salada e uma proteína, dá fome só de olhar, não é? Então, faça um truque e engane seu cérebro mais uma vez: coloque essa mesma porção de comida, mas em um prato pequeno. Seu cérebro vai ver o prato cheio e esperar uma abundância de comida. Coma devagar e dê tempo ao seu organismo para ele perceber se está ou não satisfeito. Provavelmente, você nem vai querer repetir e se sentirá saciado.

Getty Images

Tome água

A água é essencial para o bom funcionamento do seu organismo e para eliminar as toxinas. Portanto, tome ao menos dois litros de água diariamente. Além disso, os sinais que nosso cérebro nos manda quando está com sede são similares aos enviados quando temos fome. Então, se você se alimentou (e não foi com carboidratos) em menos de três horas, provavelmente esteja apenas com sede. Beba água e perceba se a sensação de fome vai embora ou não. Manter-se hidratado também fará você comer menos. Além disso, a água faz bem para a pele e para todo o seu corpo. Hidrate-se.

Getty Images

Não rejeite a salada

Ao comer a salada antes de ir para o arroz, feijão e as proteínas, você ingere bastante fibras e chega à refeição com a sensação de saciedade. Isso contribui para que você coloque menos comida no prato. As verduras e legumes também vão garantir a sensação de estômago cheio por algumas horas, o que vai mantê-lo longe do ataque à geladeira ou à caixa de chocolates na despensa. Outra dica importante é justamente não ter chocolates, doces e outras tentações tão próximos de você. Se não estão no seu armário, é mais garantida a chance de você passar longe deles.

Getty Images

Planeje suas compras

Ir ao supermercado quando você está com fome é a receita certa para encher o carrinho de alimentos gordurosos e cheios de calorias, como salgadinhos, bolachas e chocolates, e, de quebra, para gastar mais do que deve. Vá ao supermercado com o estômago cheio e a lista preparada para escapar das tentações. Atente-se à relação e compre apenas o que consta nela. Para que correr o risco, não é? Evite passar no corredor de vinhos, cervejas e refrigerantes e no de guloseimas e biscoitos. Também corra dos alimentos congelados, como lasanhas e pizzas prontas.