Como escrever um memorando

Escrito por aksana nikolai | Traduzido por daniel tamayo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como escrever um memorando
Exemplo de memorando (http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Memo_from_CIA_to_NSCA.GIF)

Uma das responsabilidades dos membros da equipe trabalhando em vários níveis de governo é escrever memorandos para os decisores políticos, que os utilizam para se instruir sobre assuntos e guiar-se ao criar protocolos, procedimentos e leis. Um memorando é um sumário conciso de um assunto ou caso que demanda uma ação do leitor. O memorando bem-sucedido leva o leitor a agir, fornecendo evidências concretas que são fáceis de entender e avaliar.

Nível de dificuldade:
Fácil

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Comece escrevendo os campos "Para:" e "De:". Coloque o nome do remetente e do destinatário depois da pontuação. Na próxima linha, escreva a data em que escreve o memorando. Finalize a seção escrevendo "Assunto:" seguido do tópico referente.

  2. 2

    Especifique a ação que você espera que o leitor tome na primeira sentença ou parágrafo do memorando.

  3. 3

    Mantenha a atenção do leitor utilizando parágrafos breves e sucinto, que não tenham mais de 5 frases. Quando descrever as razões para tomar a ação, liste cada uma em um parágrafo separado.

  4. 4

    Use evidência empírica para persuadir o leitor da necessidade do curso de ação proposto. Por exemplo, cite estatísticas de baixa renda familiar ao buscar uma mudança numa política de zoneamento. Evite generalizações que você não possa sustentar com fatos.

  5. 5

    Destaque os cursos de ação ou políticas alternativas, descrevendo vantagens e desvantagens de cada um.

  6. 6

    Evite expressões formais desnecessárias, por exemplo: "de acordo com", e jargão técnico quando citar fatos e cenários. Use uma linguagem simples e direta que qualquer leitor possa entender.

  7. 7

    Use a voz ativa em detrimento da passiva para encorajar a ação. Se você conhece bem o destinatário, use pronomes da primeira pessoa como "eu" e "nós", pois as pessoas ficam mais propensas a fazer algo por aqueles que conhecem pessoalmente.

  8. 8

    Reforce a necessidade de ação no final do memorando. Certifique-se de indicar se há um prazo para que a ação ocorra.

Dicas & Advertências

  • Um memorando que tenha mais que duas páginas se torna um relatório, que o leitor dificilmente lerá assim que receber.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível