×
Loading ...

A estrutura do vírus do papiloma humano

Atualizado em 02 junho, 2017

O vírus do papiloma humano (HPV) é responsável por verrugas genitais. O HPV pode afetar tanto homens quanto mulheres, mas o vírus é mais alarmante em mulheres. Certas variações do HPV podem causar câncer cervical, embora a mulher não demostre sintomas ou sinais. Uma vacina foi criada para prevenir o alastro do HPV. Conhecer a estrutura do vírus e o modo de infecção ajuda as pessoas a entenderem a função do vírus e como se espalha.

Não-envolto

A camada externa de um vírus está envolta ou não-envolta. Este último é o caso do HPV. Diferentemente às bactérias, os vírus são mais suscetíveis a drogas e ao ambiente se estiverem envoltos. Uma envoltura significa que o vírus tira a membrana exterior de uma célula humana ao sair dessa célula. Esta membrana exterior é mais suscetível ao ambiente e às drogas, o que faz o HPV menos suscetível aos medicamentos prescritos. Como o HPV é não-envolto, é mais resistente ao ambiente.

Loading...

DNA

Genomas de vírus são compostos ou por RNA ou por DNA. Diferente de outras células humanas comuns ou de bactérias, um vírus consegue usar apenas o RNA para fazer DNA. Por exemplo, o vírus do HIV é um vírus de RNA. No entanto, o HPV é um vírus de DNA, o que significa que produz proteínas diretamente a partir do DNA. Outro tipo de distinção nos vírus é uma molécula de cadeia simples ou dupla de DNA. Cadeias duplas de DNA (dsDNA) estão normalmente em vírus maiores.

Proteína L1

A proteína L1 é responsável pelo capsídeo do vírus. Um capsídeo é a área do vírus que contém o RNA ou o DNA. O capsídeo também define a forma do vírus. A proteína L1 que envolve o DNA e forma o capsídeo do vírus do papiloma humano é o foco da vacina contra o HPV. A vacina é usada para conseguir uma resposta do corpo para proteger as pessoas da infecção.

Diagnóstico

O HPV não é cultivado em laboratório. Ao invés disso, quando as mulheres vão fazer seu exame anual, é feito um exame de Papanicolau. Este exame tira uma amostra das células do colo do útero. Tais células são examinadas ao microscópio. Se alguma célula mal-formada mostrar sinais de crescimento anormal, o doutor pede à mulher que entre para receber diagnósticos adicionais.

Câncer

Existem duas proteínas nas células do colo do útero que são responsáveis pela regulagem do crescimento das células. As proteínas Rb e p53 são responsáveis pela morte da célula se ela for infectada ou se o DNA estiver danificado. O DNA do vírus gera proteínas que se ligam a essas proteínas comuns no gene. Isto inibe a habilidade da célula de morrer, o que causa o crescimento de tumores devido a uma proliferação irregular.

Loading...

Referências

Loading ...
Loading ...