Exemplos de questões de diversidade nos locais de trabalho

Escrito por mitch mitchell | Traduzido por elia regina previato
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Exemplos de questões de diversidade nos locais de trabalho
Os programas de diversidade congregam as pessoas (Jupiterimages/liquidlibrary/Getty Images)

Problemas de diversidade existem em empresas em todos os lugares e ter um programa para lidar com essas questões é uma ideia inteligente, pois ele dará as diretrizes de como a empresa deseja ser vista aos olhos de empregados e do público externo. Iniciativas de diversidade congregam pessoas com diferentes formações, integra as ideias de todos, e todos, e inclusive os consumidores, beneficiam-se.

Outras pessoas estão lendo

Questões de diversidade

Há muitas questões de diversidade que os programas podem ajudar a suavizar. Algumas dessas questões são: racismo, sexismo, preconceito de idade, diferenças culturais, classe, religião, política, preferência sexual e estilo de vida. Ter uma política, colocá-la em funcionamento e fazer com que todos a sigam, inclusive a administração superior, pode proteger as empresas de processos judiciais, perda de negócios e de bons funcionários.

O modo como as empresas lidam com questões de diversidade pode definir a maneira como serão percebidas por funcionários e clientes. Ao longo dos anos, algumas empresas têm se antecipado e definido práticas positivas de diversidade, antes que elas sejam consideradas a coisa certa a fazer, e algumas tiveram até mesmo que arriscar-se a atrair para si manifestações de ira vindas de fora.

O caso Madison Co

A revista "Fortune Small Business" publicou recentemente um artigo sobre uma pequena empresa em Connecticut, a "Madison Co.", que tinha um empregado passando por uma grande mudança. Ao longo do tempo, uma de suas supervisoras, Ann Ferraiolo tinha alterado o seu visual, e, um dia, chegou para trabalhar depois de uma operação e agora era Tony, um homem.

Como uma empresa manufaturadora, o presidente da empresa, Steve Schickler, entendeu o que poderia acontecer. Em vez disso, ele decidiu interceder antecipadamente para deixar as coisas mais fáceis para sua supervisora e deixar que os outros funcionários soubessem a posição da empresa. Ele e seu diretor de recursos humanos fizeram com que todos os funcionários soubessem que deveriam tratar Ferraiolo com respeito, tanto antes como após a operação. Eles decidiram apoiar a mudança de sexo da supervisora e a empresa nunca perdeu o compasso.

Disney e seus benefícios de saúde para homossexuais

A Disney foi uma das primeiras grandes organizações a anunciar, em 1995, que ofereceria benefícios de saúde para casais homossexuais. A reação de grupos religiosos externos à organização foi sarcástica. Muitos boicotes foram realizados, mas a Disney manteve-se firme e agora é reconhecida como uma das 50 melhores empresas amigas da diversidade nos Estados Unidos, sendo classificada como a 29 ª pela DiversityInc. A Disney, conhecida externamente como uma organização familiar, tinha descoberto que precisava ser familiar internamente também. Eles também viram isso como uma legítima decisão de negócios, acompanhando as políticas que estavam sendo estabelecidas em estúdios de cinema em toda a indústria.

Programas de tutoria da Xerox

A Xerox foi classificada como a 35 ª pela DiversityInc. Foi uma das primeiras organizações internacionais a publicamente tornar a diversidade o centro de sua missão na década de 1970. Isto levou a muitos programas de tutoria e rastreamento e agora as minorias representam cerca de 20% de sua equipe de gestão, as mulheres representam quase um terço e, as mulheres negras, um grupo com o qual a Xerox mais tem trabalhado, reconhecendo a desvantagem delas em muitas organizações, constituem 20% daquele grupo. Este é um caso em que um subconjunto de um grupo já em desvantagem talvez precise ser abordado mais profundamente quando se olha para questões de diversidade em geral.

Fortalecendo as relações com os empregados

Às vezes, um empresa pode precisar de um impulso externo para abordar incidências específicas. Um treinador de diversidade relembra que lhe pediram para fazer um treinamento para uma empresa local meses depois que os aviões atingiram as Torres Gêmeas. Aconteceram ações de fanatismo interna e externamente contra clientes e funcionários de ascendência proveniente do Oriente Médio, o que estava degradando a moral dos empregados. O treinador reuniu um programa com muitos questionários que ajudou os participantes a chegar ao âmago da questão que lhes estava causando aflição. Ter a oportunidade de expressar seus pensamentos e crenças em um fórum relativamente fechado não só os ajudou a se recuperar mais rapidamente como também de à organização uma oportunidade de educar os funcionários nas iniciativas de diversidade da empresa e fortalecer as relações com os empregados.

Aperfeiçoar a cultura corporativa

No livro "Cross-Cultural Selling For Dummies", o autor Michael Soon Lee disse: "Tratar todos os membros da equipe de maneira justa é importante, ética e legalmente, mas isso não significa tratá-los da mesma maneira". Reconhecer as diferenças em todas as pessoas e encontrar maneiras de integrá-las dentro da organização melhora a cultura corporativa. Uma cultura aperfeiçoada significa menor incidência de comportamentos negativos para com o outro devido a diferenças, menos preocupações com suscetibilidade e ações judiciais e melhoria das comunicações dentro da organização.

Os melhores programas de diversidade no trabalho fazem com que todos se sintam incluídos e dá a todos a sensação de que são tão importantes quanto qualquer outra pessoa. Promove a lealdade do empregado, o que significa baixa rotatividade de pessoal e menos problemas internos. Com todos os funcionários capazes de concentrar-se nos objetivos da empresa sem ter de preocupar-se com comentários negativos vindo em sua direção, baseados em suas diferenças, as empresas terão um melhor desempenho geral.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível