Como a fadiga afeta as gestantes?

Escrito por misha safranski | Traduzido por mariana dsp
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como a fadiga afeta as gestantes?
Gravidez (www.sxc.hu/bjearwicke)

Outras pessoas estão lendo

Fadiga e hormônios

A fadiga é uma das principais queixas das gestantes, especialmente no início e fim da gravidez. A fadiga pode ser causada por uma diversidade de fatores. No início da gestação, o corpo produz um hormônio chamado de "progesterona", que age como um sedativo natural. No final, o tamanho do bebê e as dificuldades para dormir, devido ao desconforto e às frequentes visitas ao banheiro, contribuem para a fadiga. Durante a gravidez, as deficiências nutricionais podem afetar drasticamente o nível de fadiga da mulher.

Primeiro trimestre

Durante o primeiro trimestre, a fadiga pode impedir que a mulher faça as tarefas domésticas e cumpra suas obrigações. Ela costuma estar acompanhada de náusea. Se tiver crianças em casa, ela pode ficar cansada demais para brincar com elas. Se trabalhar fora, pode achar difícil conciliar as obrigações profissionais com o tanto de descanso de que o corpo precisa. A maioria das gestantes, independentemente de trabalharem fora de casa, precisam ir dormir mais cedo, devido aos efeitos da fadiga.

Ciclo vicioso

A fadiga pode tornar-se um ciclo vicioso, afetando a mulher em mais maneiras do que ela pode imaginar. Ela pode ficar muito cansada para preparar refeições saudáveis e acabar apelando para itens já prontos ou de preparo mais fácil, que não são bons para a nutrição tanto dela quanto do bebê. Além disso, as atividades físicas aumentam a energia, mas as gestantes podem não estar no clima de fazer uma caminhada ou uma rotina de exercícios, o que as deixa ainda mais cansadas.

Dicas

Evitar a fadiga na gestação é um desafio, mas existem coisas que a mulher pode fazer para evitar essa exaustão. Primeiramente, ouça seu corpo. A gravidez é complicada, então, se seu corpo pede descanso, descanse, mesmo que só por meia hora. Alimente-se corretamente: tenha lanches rápidos, como iogurte, frutas e vegetais frescos e barras de proteína à mão. Comer refeições pequenas, com bastantes nutrientes, ajuda a manter os níveis de açúcar e a melhorar a energia. Faça exercícios leves todos os dias. A ioga é uma opção segura e eficiente para gestantes. As caminhadas leves ou a dança aumentam a energia e o vigor. Tome vitaminas, pois deficiência de vitamina B e ferro é comum em gestantes e causa fadiga; portanto, é importante ingerir alimentos que contenham essas substâncias e ingeri-las por meio de suplementos. Adotar essas medidas simples ajuda bastante a reduzir as chances de sofrer de fadiga, tornando a gravidez mais prazerosa.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível