×
Loading ...

A história da Argentina na Copa do Mundo

O futebol é a paixão das multidões e a Copa do Mundo é a festa mais importante para esse esporte. As melhores seleções se enfrentam durante um mês para definir quem levanta a Copa. A argentina é, sem dúvidas, uma das favoritas a obtê-la no Brasil. A qualidade exibida pelos jogadores que estão na Europa e por aqueles que estão na América Latina fazem os argentinos terem grandes expectativas toda vez que o árbitro apita para começar o jogo. Neste artigo, repassaremos a história do time nas Copas do Mundo e os momentos mais importantes.

A Copa do Mundo no sorteio de grupos para Brasil 2014 (Getty Images)

Participações

A seleção argentina participou das copas do mundo de 1930 (Uruguai), de 1934 (Itália), de 1958 (Suécia), de 1962 (Chile), de 1966 (Inglaterra), de 1974 (Alemanha), de 1978 (Argentina), de 1982 (Espanha), de 1986 (México), de 1990 (Itália), de 1994 (Estados Unidos), de 1998 (França), de 2002 (Coreia-Japão), de 2006 (Alemanha) e de 2010 (África do Sul). Os resultados mais destacados são as vitórias obtidas em 1978 e em 1986, além das segundas posições em 1930 e em 1990. O artilheiro da seleção até então é Gabriel Omar Batistuta, com dez gols.

Loading...

Ausências

A Argentina não participou das Copas do Mundo de 1938 (França), de 1950 (Brasil) e de 1954 (Suíça). Em 1938, desistiu de concorrer porque considerava que a edição devia ser feita em um continente diferente ao da anterior e a Itália tinha sido anfitriã quatro anos atrás. Nas outras duas edições, o país não participou por questões políticas da Associação de Futebol Argentino. Também não esteve na Copa de 1970 (México), mas porque ficou de fora nas eliminatórias após ter empatado o último jogo na “Bombonera”, a sede do Boca Júniors, contra o Peru.

Campeã em 1978

Em 1978, a seleção argentina ganhou a Copa do Mundo pela primeira vez, sendo que essa edição foi sediada em seu próprio país. O técnico era o César Luis Menotti e o time contava com jogadores como Kempes (artilheiro da seleção e da competição, com seis gols), Passarella, Fillol, Tarantini, Luque e Ardiles. A final foi contra a Holanda e acabou em 3 a 1 a favor dos locais. O jogo ficou famoso por ser o primeiro na história das Copas do Mundo a ser definido na prorrogação.

Campeã em 1986

O México sediou a edição da Copa do Mundo que permitiu à Argentina obter o segundo título. Tendo Carlos Salvador Bilardo como técnico e um inspirado Diego Maradona, a seleção teve ótimos desempenhos contra a Inglaterra, Itália, Uruguai e Bélgica. Na final, enfrentou a seleção alemã e ganhou por 3 a 2. Nessa oportunidade, Maradona foi considerado o melhor jogador do mundo e fez a jogada chamada “o gol do século”, ou “o melhor gol na história das Copas do Mundo de futebol”, recuperando a bola no seu lado do campo e driblando seis jogadores ingleses antes de fazer o gol.

Loading...
Loading ...
Loading ...