História dos telefones residenciais

Escrito por lee grayson Google | Traduzido por debora cristina
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
História dos telefones residenciais
Apesar do foco do inventor no uso comercial, os telefones foram rapidamente introduzidos nos lares (thumb/iStock/Getty Images)

Alexander Graham Bell e Elisha Gray alegaram ter inventado o telefone. Bell ofereceu seu aparelho a Chauncey M. DePew, Presidente da "Telegraph Company", que encomendou uma investigação de suas possibilidades comerciais. O comitê responsável pela análise reportou suas descobertas com a conclusão de que o uso generalizado das comunicações telefônicas em longas distâncias era "idiota", "extravagante" e "impraticável", e concluiu que o telégrafo nunca seria substituído. Na verdade, os telefones substituíram os telégrafos rapidamente e, apesar do foco do inventor no uso comercial, eles foram rapidamente introduzidos em lares.

Outras pessoas estão lendo

Centrais de chamada

Os primeiros telefones foram vendidos para uso comercial, com Alexander Graham Bell e seu financiador Gardiner G. Hubbard planejando uma tomada de telefone em cada cidade. Os primeiros telefones eram instalados em um local central em pequenas e grandes cidades, geralmente em uma loja comum, e os usuários tinham que viajar até o local para fazer e receber chamadas. A primeira linha telefônica da "Western Union" conectou, em 1877, as cidades de Boston e Somerville, em Massachusetts, nos Estados Unidos. No ano seguinte, New Haven, em Connecticut, estava conectada e tinha 21 unidades telefônicas. Em 1880, telefonistas, geralmente mulheres - conhecidas como "Hello Girls" - conectavam manualmente 30 mil linhas telefônicas.

A conexão das "Hello Girls"

As "Hello Girls" controlavam as operações telefônicas até 1892, quando Amon Strowger de St. Louis inventou um sistema de discagem que permitia que os telefones fossem chamados diretamente. Ele fundou a "Automatic Electric" para projetar equipamentos para telefones de escritório, mas ligações diretas para residencias chegaram logo depois. Dos 12 milhões de aparelhos que funcionavam em 1925, aproximadamente 1,5 milhão de telefones residenciais e de negócios eram discáveis.

Linhas partidárias

Os primeiros telefones compartilhavam linhas, chamadas "party lines" (linhas partilhadas, em português), onde as "Hello Girls" (e mais tarde conexões diretas) usavam padrões de toque para notificar os donos de telefones que havia uma chamada na linha. Um toque significava que o primeiro telefone doméstico estava na linha. Esse sistema permitia que proprietários inescrupulosos de linhas partidárias pudessem ouvir discretamente qualquer chamada na linha. Mais de 75% das linhas de telefone residencial em 1950 eram desse tipo. Elas foram gradualmente substituídas conforme equipamentos de marcação eletrônica foram sendo instalados em centrais de comutação.

Proibições de modificações em telefones

Aparelhos de telefone residenciais eram estritamente regulados por companhias telefônicas. Conjuntos de telefones eram alugados da companhia por meio de pagamento de uma taxa mensal, e os proprietários não podiam fazer nenhuma alteração nos aparelhos. Em 1956, locatários descontentes levaram nos Estados Unidos um fornecedor para o tribunal para lutar contra a proibição do uso de um copo silenciador de conversa da "Hush-a-Phone". O grupo da Carolina do Norte ganhou o processo, dando a todos os operadores domésticos o direito de modificar suas unidades desde que não prejudicassem a rede ou não danificassem permanentemente o aparelho de telefone alugado.

Hardware do telefone residencial

Telefones residenciais mudaram dramaticamente ao longo das décadas. Os primeiros telefones eram aparelhos de parede com um bocal e um receptor de ouvido portátil conectado por um fio ao telefone, que era feito de madeira. Conjuntos de discagem giratória foram introduzidos lentamente, começando em finais da década de 1890, e gradualmente substituíram os telefones de manivela. Novos modelos feitos de metal em formato de castiçal e telefones metálicos de parede foram introduzidos na década de 1920. O mais popular e de longa duração foi o Bakelite Model 500, introduzido em 1949. Telefones equipados com discos de toque foram introduzidos em 1961. A primeira transmissão de voz pela Internet foi conduzida em 1992, abrindo as possibilidades para o uso doméstico do computador para chamadas telefônicas. Transmissões sem fio através de bases sem fio, desenvolvidas pela Lucent Technologies em 1997, deram aos futuros usuários de telefones residenciais a opção de telefone fixo ou sem fio.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível