Por que alguns homens não têm pelos no peito?

Escrito por sarah greesonbach | Traduzido por aline cortez
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

Há corpos de todas as formas e tamanhos e com distribuição de pelos diferente também. Alguns homens apresentam maior crescimento de pelos nos primeiros anos da puberdade, enquanto outros, dependendo dos hormônios, ambiente e genética, podem chegar aos 30 anos praticamente sem eles.

Outras pessoas estão lendo

Causas do crescimento de pelos

Há três fatores que provocam o crescimento de pelos em homens. Idade e hormônios influenciam muito, já que isso é considerado uma característica sexual secundária (relacionada ao desenvolvimento da sexualidade por gênero). O ambiente, onde você vive e é criado, e a genética ou material biológico transmitido pelos pais, podem também determinar se você vai ter muito ou pouco pelo no peito.

Hormônios

Os andrógenos são hormônios especiais que têm influência predominante no desenvolvimento de características sexuais primárias e secundárias. O andrógeno mais conhecido é a testosterona (hormônio predominantemente masculino), que está intimamente relacionado ao estrógeno (hormônio predominantemente feminino). Os andrógenos são os principais responsáveis pelo desenvolvimento e regulação dos processos de crescimento dos órgãos e dos pelos corporais.

Ambiente

O ambiente onde uma pessoa vive, o que inclui clima e temperatura, também influencia a quantidade de pelo que cresce no peito. Em climas mais frios, os humanos desenvolveram a necessidade de ter mais pelos como meio de regular a temperatura corporal. O oposto também é verdadeiro em áreas mais quentes, onde o clima não favorece adaptações de clima frio.

Genética

A genética ou o material genético transmitido a uma pessoa por seus pais, é também um fator que determina a quantidade de pelo no peito e em outras partes do corpo. Em uma família de homens com pouco pelo é improvável que as crianças tenham altos níveis de andrógenos. Da mesma maneira, uma família que tende a ter altos níveis de andrógenos provavelmente transmitirá essa predisposição genética.

Encontrando respostas

Uma mudança significativa em um dos três fatores mencionados acima pode inibir ou estimular o crescimento de pelos ao longo do tempo. A melhor maneira de conseguir respostas é consultando um médico, pois ele poderá solicitar exames de níveis hormonais, além de levar em conta as predisposições genéticas e ambientais do paciente.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível