on-load-remove-class="default-font">
×
Loading ...

Ícones brasileiros da cultura pop da década de 1980

Os anos 1980 marcaram o meio cultural brasileiro de uma forma especial. Recém-saídos de duas décadas sob o comando de uma violenta ditadura militar, os brasileiros puderam culturar o pop de forma livre. A mesma liberdade foi observada por artistas dos mais diversos gêneros. Depois de muito tempo, era possível fazer arte sem se preocupar com a repressão, o interrogatório e o exílio. Esse período foi chamado de "década perdida" para os países latino-americanos graças a sucessões de crises econômicas e desemprego. Ainda assim, o universo pop nacional se mostrou bastante diversificado e prolífico.

No detalhe, um dos ícones mais importantes do Brasil: Xuxa (Fernanda Calfat/Getty Images Entertainment/Getty Images)

Legião Urbana

Um dos principais ícones da década no Brasil foram os jovens da Legião Urbana, considerada por muitos a mais importante banda de rock do País. Liderado por Renato Russo, o grupo marcou a cultura pop ao lançar músicas ao mesmo tempo contestadoras e poéticas. Os destaques ficam por conta de "Que País É Este", que refletia sobre os rumos do Brasil, e "Eduardo e Mônica", uma narrativa de encontros e desencontros tendo como pano de fundo a capital do País. Renato Russo se alçou como porta-voz de uma geração que finalmente ganhava o direito de expressar seus medos, angústias e esperanças.

Loading...
Vindos de Brasília, a banda Legião Urbana revolucionou a cena pop nacional (Reprodução)

Os Trapalhões

O quarteto composto por Didi, Dedé, Mussum e Zacarias definitivamente marcou o humor brasileiro para sempre. Os Trapalhões começaram a escalada de sucesso no final dos anos 1970, quando estrearam o programa homônimo na TV Globo. Antes disso, o grupo havia se destacado na TV Tupi e na Record. Os anos 1980 marcaram o auge da trupe que apresentava um programa com esquetes inesquecíveis até hoje. O grupo também fez grande sucesso de bilheteria com mais de vinte filmes levados às telas dos cinemas com participações de artistas brasileiros de renome.

Os Trapalhões levavam toda a família para a frente da TV aos domingos (Reprodução)

Xuxa

A apresentadora Maria da Graça Xuxa Meneghel, mais conhecida como "Xuxa, a rainha dos baixinhos", foi um dos maiores destaques do cenário pop nacional a partir dos anos 1980. Xuxa começou a fazer sucesso no começo da década com o programa Clube da Criança, na Rede Manchete. Em 1986, ela passou a apresentar o programa Xou da Xuxa pela Rede Globo. Um dos símbolos da década foi a marca do "beijinho da Xuxa" feito com batom. Além de apresentar o programa, Xuxa também se destacou ao participar de campanhas como a vacinação infantil contra a poliomielite.

Xuxa era conhecida como a rainha dos baixinhos nos anos 80 (Fernanda Calfat/Getty Images Entertainment/Getty Images)

Armação Ilimitada

O seriado "Armação Ilimitada" foi um dos maiores sucessos televisivos da década de 1980. Transmitido pela Rede Globo no horário nobre, a série ficou no ar de 1985 até 1988, sempre atingindo picos de audiência. Produzido pelo experiente produtor Daniel Filho, o programa conquistou o público jovem ao misturar tramas de esportes e aventuras no cotidiano da zona sul carioca. Usando uma linguagem típica de videoclipes, o programa contava a história de dois amigos surfistas - Juba (Kadu Moliterno) e Lula (André de Biase) - e suas aventuras e confusões pelo Rio de Janeiro.

As belas praias do Rio de Janeiro eram o cenário da série "Armação Ilimitada" (Crédito: TV Globo / TV Globo)
Loading...

Referências

Loading ...
Loading ...