Ideias divertidas de redações não narrativas para a quinta série

Escrito por emma rensch | Traduzido por ana carolina fernandes
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Ideias divertidas de redações não narrativas para a quinta série
Ensine seus alunos a fazer pesquisas corretamente (Pixland/Pixland/Getty Images)

Uma redação não narrativa se destina a transmitir fatos de forma confiável. Ao contrário de sua contraparte narrativa, esse estilo de escrita não se destina a contar uma história de forma tradicional. Em vez disso, pretende-se comunicar de forma eficaz e eficiente. No entanto, redações não narrativas também podem ser criativas e carregadas de conteúdo emocional, desde que não contenham o formato que caracteriza a narrativa tradicional. Ensinar alunos da quinta série a fazer esse tipo de redação os ajuda a explorar a si mesmos e ao seu mundo, além de melhorar suas habilidades de escrita.

Outras pessoas estão lendo

Redação analítica

Uma redação analítica não narrativa deve ser livre de todas as tendências narrativas tradicionais e basear-se unicamente na apresentação e análise de um argumento. Por exemplo, alunos da quinta série que querem desconstruir seu livro favorito em um relatório estruturado podem analisar diferentes passagens do livro, sem a introdução de uma voz narrativa em primeira pessoa ou inflexões. Eles também podem analisar algum evento atual, preparando ambos os lados de uma questão e comparando os fatos usando um tom imparcial.

Redação baseada em pesquisa

A apresentação de informações de forma simples e direta, sem incorporar a narração criativa para contar eventos, capta o estilo não narrativo de uma redação baseada em pesquisa. Alunos da quinta série usam as habilidades que aprenderam com esse tipo de escrita durante toda sua carreira acadêmica. Por exemplo, os estudantes podem pesquisar e escrever sobre uma era na história. Outros tópicos possíveis podem incluir terremotos ou as estratégias de sobrevivência de vários animais em estado selvagem.

Redação pessoal

Embora uma redação não narrativa seja muitas vezes baseada em fatos, sem as inflexões pessoais ou qualidades narrativas do ensaio pessoal ou livro de memórias, é possível escrever uma redação não narrativa centrada em temas pessoais. Para isso, os alunos devem criar uma sensação de progressão, sem usar os elementos típicos de um enredo. Por exemplo, eles podem escrever redações sobre férias memoráveis na infância, recriando uma série de imagens vívidas e específicas relativas ao assunto para conduzir o ensaio, ao invés de descrever um curso cronológico dos acontecimentos.

Redação experimental

Em uma redação não narrativa experimental, os alunos podem escrever sobre qualquer assunto ou tema que desejarem, desde que evitem padrões narrativos tradicionais. Por exemplo, caso o aluno esteja escrevendo algo que se assemelhe a um conto, ele deve evitar a construção de seus relatos em torno de um princípio facilmente reconhecível, clímax e conclusão. Como o objetivo desse tipo de redação é desconstruir a trajetória tradicional de contar histórias, ele pode ser aplicado a muitos gêneros de escrita. Ajude seus alunos de quinta série a acessar a sua criatividade, incentivando-os a escrever sobre qualquer assunto e gênero, abrindo mão de estilos narrativos convencionais.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível