Como identificar conchas na costa do Atlântico

Escrito por judith willson Google | Traduzido por josé moreira
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como identificar conchas na costa do Atlântico
Identificar conchas às vezes é um processo de eliminação (BananaStock/BananaStock/Getty Images)

Na costa leste dos Estados Unidos encontram-se milhares de espécies de moluscos. Estas têm conchas que frequentemente são lançadas na praia ao longo do Oceano Atlântico. Embora um grupo aleatório de conchas proporcione uma exposição atrativa, o seu passatempo pode se tornar mais interessante ao se empenhar em identificar os tipos de conchas da sua coleção. As conchas que você encontra poderão pertencer a uma dúzia de espécies. No entanto, classificando-as e separando-as sistematicamente por tipos genéricos, então será possível encontrar algumas conchas bastante incomuns.

Nível de dificuldade:
Moderadamente fácil

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Escova macia
  • Manual de conchas
  • Lupa
  • Régua métrica

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Anote as características e a localização da praia onde encontrou uma concha especial; se era arenosa, rochosa ou cascalhada e que tipo de vegetação, caso houvesse alguma que crescia na água rasa perto da costa.

  2. 2

    Lave as conchas. Use uma escova macia para remover a sujeira. A poeira e a sujeira podem obscurecer as características da concha. As conchas molhadas mostram as cores de quando estão submersas, o que pode ajudar quando a comparação de suas conchas do Atlântico for com um manual de conchas.

  3. 3

    Observe a forma geral de cada concha para classificá-las em grupos. Há dois grupos principais de moluscos sem casca: bivalves e gastrópodes. Os bivalves têm duas seções arredondadas unidas com uma articualação, embora você possa encontrar as seções separadas. Os bivalves que são comuns da costa atlântica são mexilhões, mariscos, berbigão, ostras e vieiras. Os gastrópodes geralmente têm as conchas enroladas ou cônicas. Como exemplos, há os búzios, caramujos, lapas e caramujos chinelo.

  4. 4

    Examine a forma exata de cada concha. Pode ser a forma de uma presa, a forma de cone ou a forma de caracol. A forma deve diminuir as possibilidades para algumas famílias.

  5. 5

    Meça a concha. Embora as conchas de moluscos cresçam como os animais crescem, cada espécie tem um tamanho máximo e mínimo. Medir o comprimento e a largura eliminará espécies que são demasiadamente grandes ou pequenas.

  6. 6

    Observe as cores, padrões e texturas de suas conchas. Algumas espécies, como a wentletrap (palavra holandesa que significa escada em espiral) angulada, têm muitas nervuras características e ornamentadas. Outras têm botões, picos ou saliências. Use uma lupa para examinar a concha de perto.

  7. 7

    Compare as características de sua concha com as apresentadas no manual de conchas para diminuir as possibilidades. Suas observações sobre a localização e o habitat também ajudarão a determinar as espécies, porque a maioria dos manuais exibem informações sobre o ambiente onde a espécie é mais frequentemente encontrada.

Dicas & Advertências

  • Se você não conseguir encontrar uma correspondência exata, tente postar uma foto de sua concha na internet em um fórum de identificação de conchas ou a leve para uma museu de ciências naturais da costa do Atlântico ou a um parque de preservação da vida selvagem e mostre-a um especialista.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível