As implicações de alterar o tamanho da MTU

Escrito por stephen byron cooper Google | Traduzido por josé fabián
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
As implicações de alterar o tamanho da MTU
Há motivos para estabelecer as MTU. (Comstock/Comstock/Getty Images)

A MTU (Maximum Transmission Unit, "Unidade máxima de transmissão") é o limite de tamanho de um pacote de dados que viaja por uma rede. Esse tamanho não será igual para todos, pois diferentes aplicativos precisam transferir segmentos de tamanhos diferentes. O software de rede de cada computador reconhece o MTU de cada tipo de rede. Estes valores padrões cumprem uma função e não devem ser alterados sem motivos.

Outras pessoas estão lendo

Pacotes de dados

Os dados viajam pelas redes em pacotes. Um pacote leva um segmento de dados no seu corpo, e o programa que o cria coloca um cabeçalho nele, o qual contém informação administrativa. O tamanho dos cabeçalhos varia, assim como o número de cabeçalhos na frente de cada pacote. As transações na internet requerem ao menos dois. Um é o cabeçalho de transporte; os protocolos dessa camada criam pacotes de dados e os encaminham para o aplicativo de destino. O outro cabeçalho de todo pacote que viaja pela internet é o IP, ditado pelo protocolo Internet (Internet Protocol), e contém os endereços do remetente e do receptor. A MTU indica o tamanho máximo de um pacote de dados em bytes, incluindo os cabeçalhos.

Ethernet

A Ethernet é um conjunto de normas publicadas pelo "Institute of Electrical and Electronics Engineers" (Instituto de engenheiros eletricistas), que define as propriedades físicas de uma rede. A maioria dos pacotes de dados sai do computador, viaja por uma ou duas seções de cabo na rede local, e depois sai para a internet. Os protocolos de rede são regras para as redes e se organizam em camadas empilhadas, para que as responsabilidades de cada uma sejam fáceis de entender. A Ethernet define as duas camadas inferiores da pilha de protocolos. A mais baixa é a camada 1, chamada "Camada física", e a camada 2 é a "Camada de enlace". A MTU é definida na camada de enlace, sendo definido para Ethernet um valor máximo de 1500 bytes. A Ethernet converte os pacotes de dados em frames e coloca um cabeçalho próprio na frente. No entanto, o cabeçalho não conta para o limite.

Limites

Como os pacotes de dados são transmitidos em redes locais, e uma ou ambas redes provavelmente seguem o protocolo Ethernet, o limite de 1500 bytes dita o maior tamanho de pacote que pode viajar pela internet. Alterar o MTU em uma rede pode apenas reduzir o limite, mas nunca aumentá-lo.

Fragmentação

A internet é feita de redes privadas interconectadas, e os administradores dessas redes podem (com limites) fazer o que quiserem. Todo software de rede conhece os MTU recomendados de diferentes tipos de redes e os configura como valores padrão. Um dono ou administrador de rede pode ignorar estes valores e estabelecer limites menores. Se a rede for parte da internet, então uma MTU menor pode causar sérios problemas para outros usuários da internet. Se um pacote de tamanho maior ao permitido pelo MTU da rede chegar, será dividido em pacotes menores. Isto é conhecido como "fragmentação" e incrementa o overhead (sobrecarga). O cabeçalho IP tem um flag (parâmetro) que pode proibir a fragmentação, em cujo caso um pacote de tamanho maior não será fragmentado e sim rejeitado. A fragmentação e a rejeição de pacotes criam tráfego de rede e demoras maiores.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível